More jobs for the boys da São Caetano à Lapa e more shit for the boys de Rabo de Peixe

Na sequência da publicação da posta que simultaneamente dava conta da agonia das cantinas da Universidade de Coimbra e de vários cargos ministeriais atribuídos a jovens com menos de 25 anos, dei com mais alguns boys descritos aqui e aqui. Confirma-se assim que aprender a escolher a cabeça que se chupa é fundamental para subir na hierarquia partidária e para chegar ao governo sem qualquer experiência profissional. O imbondeiro explica tudo exemplarmente:

“Nisto de jovens é como tudo na vida: há-os para todos os gostos. Há aqueles que constroem uma vida sobre os alicerces seguros do seu trabalho, da sua competência, da sua verticalidade e da sua frontalidade; e há os outros, os que, desde muito cedo, demonstram a hipertrofia do órgão que é o mais seguro carburante da sua meteórica ascenção profissional : a sua língua suave, que acarícia, com estudada meiguice, os cus no poder. Os primeiros, põem-se a andar daqui para fora; os segundos, não só cá ficam, como iniciam a sua paulatina, contudo firme, caminhada em direcção aos mais altos cargos da Nação. Ditosa a Pátria que tais filhos tem! Glorioso será o seu futuro.”

Explicação melhor, só em Rabo de Peixe:

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a More jobs for the boys da São Caetano à Lapa e more shit for the boys de Rabo de Peixe

  1. Pingback: Pela Blogosfera « A Educação do meu Umbigo

  2. Carlos diz:

    Este rapazola daria um excelente líder do PCP.

  3. Manuela Pires diz:

    Não lhe fica muito bem troçar da classe que diz defender, Renato. Eu conheço o rapaz. Sou professora dele. Talvez até seja mais inteligente do que V.Exa.

    • Renato Teixeira diz:

      Troçar?!?? Ora essa. O rapaz fala com a clareza que ninguém tem na praça. Percebeu mal o sentido da posta.

  4. MP diz:

    Trocista e cobarde. Não tem coragem para assumir o que faz? Com pessoas assim, não chegamos a parte alguma. 🙁 Nem sequer lhe trato por camarada.

Os comentários estão fechados.