Mais que um clube

Nasceu hoje, depois de algumas semanas de gestação, um blogue do Sport Lisboa e Benfica que contará com a minha e outras presenças cá da casa – que ainda não se fazem anunciar na lista de autores. Deixo-vos a ligação ao meu primeiro escrito.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

13 respostas a Mais que um clube

  1. Renato Teixeira diz:

    Desta e de outras tascas, num painel revelador do carácter classista que tanto apregoas no Benfica. 😉

  2. Contribuições de Classe ao Glorioso são muito, e cada vez mais, benvindas…
    Votos de Sucesso, e de frutuoso Vigor, ao novo blog.

    ViVA O GLORiOSO, O ORGULHO DA CLASSE OPERÁRiA!
    COM O SLB, ATÉ À ViTÓRiA SENNPRE!

  3. Mais que um clube… o clube do regime… qualquer que seja o regime!

    Desde o célebre “Eusébio é património nacional” – Salazar dixit acerca do seu “afilhado”
    até…”Era bom para Portugal que o Benfica fosse campeão” – Sócrates dixit

  4. Orlando diz:

    Pois é disso mesmo que se trata, era bom para os governantes, que o Benfica fosse campeão, pelo menos uma alegria dariam aos “seis milhões de portugueses” e por uns tempos esqueceriam a crise, podendo eles, os governantes, carregar com mais medidas punitivas porque andaria meio mundo a festejar passando ao lado de coisas “menores”. Justiça seja feita, o Benfica está a jogar melhor, porque o Porto está a deixar. A verdade desportiva deve estar sempre à superfície e ninguém deve alterar, por meios poucos ortodoxos, a verdade de um jogo. Parabéns pelo novo Bloge, mas Tiago, espero que escreva mais neste que no outro. Saudações Portistas.

    • João Valente Aguiar diz:

      Ora nem mais Orlando, o slb é o clube do status quo. Esperemos que a contribuição do Tiago e dos outros anacletos daqui da tasca possibilite que mais gente se junte à luta.

  5. Vitor Ribeiro diz:

    Desta vez tenho de dar o braço a torcer e concordar em absoluto com o Tiago: esse clube é, de facto, mais do que um clube. De facto, são dois: aquele que realmente é, e aquele que alguns dos seus adeptos, sócios e simpatizantes sonham que ele seja…
    Mas como a realidade está longe de ser aquilo que muitos gostariam que fosse, eu, filho de operários, contínuo à espera (sentado) que me demonstrem como, quando e onde essa agremiação esteve (e/ou está) na primeira (ou na segunda, ou mesmo na terceira…) linha de defesa da classe operária e ao lado dela.
    PS: não se incomodem e levem o tempo que quiserem a responder – a cadeira é confortável…

  6. Streetwarrior diz:

    Isto de analisar as coisas, há sempre vários pontos de vista.
    Se os Benfiquistas são 6 milhões e se o pais está na merda que está…de quem é a culpa?
    Dos poucos outros que pouca expressão parecem ter?

    eh eh eh
    Estamos na treta que estamos porque só lampiões são 6 milhões…essa é que é essa.

    Já o Orlando também é muito engraçado…ai o Benfica está como está, porque o Porto está a jogar mal!!
    Hum…muito bem.
    Então quer dizer, é só o Porto que está a jogar mal…os outros tirando o benfas estão a jogar bem, só que o bem deles não chega aoo pior do Porto e nem ao melhor do Benfa?
    É por causa destas analogias que o pais está como está…a maioria das culpas é do benfas, depois é do Porto….Isto atendendo há quantidade de adeptos.
    É ironia pessoal…estou-me Cag###do para o futebol, não é por mim nem pela minha contribuição que eles andam de Masseratti ou Porches, isso garanto-vos.

Os comentários estão fechados.