Passar as passas da Coelha


A sociedade secreta de interesses financeiros denominada cavaquismo, com sede em Belém e em outros offshores, respondeu no Expresso e Público deste fim de semana à imprudente afirmação do primeiro ministro, “os sacrifícios são para todos”, a propósito dos lamentos do actual Presidente da República sobre as suas parcas reformas.
Entre um bando de lunáticos adeptos do sangramento da nossa economia e um mesquinho grupo de defensores das suas posses há um oceano de diferenças. O problema é que, a uns e outros, pouco lhes interessa que nos afoguemos nesse oceano.

 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to Passar as passas da Coelha

  1. Luis Almeida says:

    É mesmo!

  2. Luigi Fare Niente says:

    Também à muita vontade para os afogar deste lado,de os julgar e não há penas suspensas……desta vez,nem sonhem!

Comments are closed.