12 DESEJOS PARA 2012

  1. Acabar com o enclave de Israel e as agressões imperialistas no Iraque e no Afeganistão;
  2. Fundar um sindicato de trabalhadores precários e de desempregados para lutar pelo pleno emprego e para iniciar a luta pela divisão socialista do trabalho;
  3. Voltar a organizar manifestações de massas sem enquadramento sindical e capazes de criar fenómenos de duplo poder;
  4. Sair da Europa e do euro antes que a Europa e os euros saiam de Portugal;
  5. Fazer como a Grécia ou a Espanha no europeu de futebol como na resistência social;
  6. Repetir Londres se não for possível recuperar as lições de Leningrado;
  7. Ter a CGTP a chamar uma nova greve geral e ajudar a convocar a primeira greve geral europeia;
  8. Que o Miguel Macedo seja assaltado todos os dias até ser preso por desacato à ordem pública;
  9. Cercar o Parlamento, o Ministério das Finanças e a Bolsa de Valores lado a lado com os estivadores;
  10. Suspender a dívida, nacionalizar a banca e correr com o governo de Passos Coelho.
  11. Ouvir o Chico Buarque no 25 de Abril;
  12. Ver o Belenenses a descer de divisão, o Benfica acabar a época sem direito a qualquer título e a Briosa a ganhar aos lagartos no Jamor.
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

57 respostas a 12 DESEJOS PARA 2012

  1. André Leal diz:

    Como 1/3 do último desejo pode estragar a lista toda… 😛

    • Renato Teixeira diz:

      Ora, ora André. Seria melhor derrotar os Lampiões no Jamor mas várias décadas depois de terem ganho com a ajuda de Salazar acabaram a perder por falta de comparência.

      • André Leal diz:

        Claro! O que o Salazar mais gostava era dum clube que tinha eleições democráticas desde a sua fundação, ao contrário de outros. Além disso marcou os dois golos! 😛

        • Renato Teixeira diz:

          Ia, ia, e que os adeptos construíram o seu próprio estádio. Conta-me histórias. 😛

          • benfiquista diz:

            Porco REnato.

            O Estádio da Luz foi construido pelos sócios. Um deles foi o meu avô que contribuiu para isso de várias maneiras, tendo o seu nome num azulejo numa das torres de luminação do antigo estádio, junto de vários milhares de outros benfiquistas.

          • Renato Teixeira diz:

            Então, em nome do seu avô, devia ir meter ordem na pocilga.

          • André Leal diz:

            Já deu para ver que não foste brindado com o dom do benfiquismo… 😛

            Porém, ainda terás o dom da razão e saberás que o que disse é verdade, bem como o que tu acrescentaste. Além disso, só mais uns factos:

            1- O Benfica foi o último, dos 3 grandes a obter o estatuto de utilidade pública (por mais de 10 anos).

            2- O Benfica foi o último a poder construir um estádio

            3- O Benfica, depois de ter construído melhor estádio, de longe, de Portugal, não via lá serem realizados os jogos da selecção, pois era incómodo aos senhores do regime terem que se deslocar à Luz e conviverem com os membros das direcções, por vezes ligados à oposição.

            4- O Benfica foi o único clube, dos 3 grandes, que ficou com a sua direcção intacta após o 25 de Abril, sem deserções à pressa para o Brasil.

            5- O Benfica tem raízes populares e pobres, pois foi fundado por casapianos, ao contrário dos outros 2, criados por elites das respectivas cidades.

            6- Por causa do Benfica a guerra colonial parava.

            Mas pronto, é isto o futebol. Preferes alimentar um ódio clubístico a enaltecer uma grande obra do povo português. Isto não é crítica, pois quem gosta de futebol sabe que a razão é totalmente abafada pela paixão/ódio. Apenas é uma observação.

            Abraço 😉

          • Renato Teixeira diz:

            Eusébio, Eusébio, Eusébio!!! Não soa a Salazar? É ver o comentário do benfiquista…

      • benfiquista diz:

        Renato Teixeira, bem se poderia dizer que este arrazoado que vomitaste teve origem na tripa cagueira que não do cérebro.
        Nem sequer vou argumentar as trampices que cagaste aqui, porque o gteu lugar é manifestamente na Koreia do Norte, só que não vais para lá porque andas aqui a gozar as mordomias do Capitalismo. Em suma, és um palhaçóide de merda.

        Mas quero que me esclareças uma coisa: em que é que o salazar ajudou o Sport Lisboa e Benfica ?

        É que essa do Salazar e do Benfica foi uma bosta lançada há uns anos por um porcalhoto de nome António Tavares Teles, com o intuito de apoucar a instituição Sport Lisboa e Benfica. Só que o Teles é um porcalhotozeco que andou a plantar noticias nos jornais a mando do Porco da Costa. Acontece que tu ainda tens menos dignidade que esse porcalhoto.

        Eu tenho lido muita merda na net mas tu com esta cagada de post ultrapasaste tudo.

        E já que falas do Salazar digo-te : o regime dele ao pé dos regimes komunas era uma Democracia Avançada, como tu sabes porco.

  2. Olá Renato,

    Só não concordo com malvado desejo para o grande benfica. De resto…
    João Martins

  3. Carlos Vidal diz:

    Parece-me que o ponto 3 e o ponto 7 contradizem-se.
    No ponto 3, escreveria assim:
    “3.Voltar a organizar manifestações de massas sem enquadramento sindical e capazes de criar fenómenos de duplo poder; juntas às manifestações de enquadramento sindical, desde que com objectivos partilhados (uma vez que o objectivo comum é o derrube do actual fascismo económico).”

    (Repara: não podes fazer apelos à CGTP e depois cortares o “enquadramento sindical”; não podes usar os sindicatos apenas quando dão “jeito”. Eu também apreciaria greves selvagens, ilimitadas e sem pré-aviso – mas com esta gente, como com os “socialistas”, não te podes destrunfar de uma só vez: não terias outra vez! Dá uma mexida no ponto 3.)

    • Renato Teixeira diz:

      Ora. Um desejo não se contradiz com outro. Eu desejo que a Briosa ganhe a taça mas quero que o José Eduardo Simões se foda. Percebes a ideia?

      • Renato Teixeira diz:

        Ou seja, para se cumprir o desejo 2, 5, 6, 8, 9 e 10, é sobretudo preciso o 3.

      • Mike diz:

        Ou seja: queres uma greve geral, para poderes ter pessoas ao teu lado, porque já percebeste que com movimentos tipo 12m não vais a lado nenhum exceptuando passar umas noites a acampar em lx, mas que se foda a CGTP e o movimento sindical…

        • Renato Teixeira diz:

          Se a questão for contabilística e se 2012 for pelo menos como 2011, estaremos felizes no final do ano.

    • JgMenos diz:

      Francamente, o post estava com um eco tão adequado de ‘pontapé na bola’ e vem agora dar-se-lhe um conteúdo político!

  4. Carlos Vidal diz:

    De resto, acordo nos pontos 1, 2, 4, 6, 7, 8, 9, 10, 11.
    Quanto ao 5, a referência ao europeu de futebol baralhas as coisas.
    O ponto 12 não o aceito (sempre fui vermelho, ou encarnado, seja lá o que isso for).

  5. xico diz:

    Se estiver disposto a comer pó de granito…No Alentejo é mais mármore, mas é claro que este é ideal para lápides funerárias.

  6. … pedir não custa. venho por este meio tirar o meu chapelinho à imagem. =)

  7. JMM diz:

    explica lá o ponto 3… o que te faz confusão nos sindicatos?

  8. Tiago diz:

    Que jeito daria ao capital a criação de um sindicato dos “precários”. Não sei se conseguem …mais seria uma bela prenda para o Governo e ao capital, mas entretanto fazer passar a ideia de que a CGTP não se rala com os “precários” já é um belo serviço de lambe-botismo encoberto (como se em praticamente todos os Cadernos Reivindicativos que conheço a questão da passagem de trabalhadores com vínculos precários para o quadro da empresa não fosse sempre uma das bandeiras da lutas a desenvolver). Mas para saber destas coisas é preciso conhecer o que se passa nas empresas.

    De resto esta ideia peregrina como grande apoio dos Blocos deste país é precisamente tudo aquilo que os trabalhadores não precisam, criar mais uma divisão artificial entre quem é explorado todos os dias. Não percebo porque razão se pode entender que a luta dos “precários” estaria em melhor condições se abandonassem estruturas sindicais com mais experiência e poder de choque (não sei se percebem a ideia, porque não sei o que passa do exterior para dentro da redoma de vidro cibernética onde vives) e criassem esse tal sindicato.

    Obviamente que teria um grande vantagem. Uma nova estrutura sindical seria muito fácil de controlar, enquanto que as existentes é complicado dar ao trabalho de desenvolver trabalho para ganhar confiança dos colegas, dar a a cara na luta, para depois ser eleito delegado sindical e por aí fora. Mas pronto, quer-se pouco trabalhar e dar muito nas vistas, o normal.

    O ódio à CGTP é muito, o ódio a tudo o que mexa é muito, porque é dificil quando somos iluminados pelas certezas absolutas, ter a humildade para perceber que não somos os únicos verdadeiros revolucionários à face da terra, que existem muito boa gente que quer mudar para melhor o mundo em que vivemos.

    Este parágrafo era a brincar obviamente, não sou tontinho ao ponto de pensar que tu realmente queres mudar alguma coisa.

  9. As razões do ódio do Renato ao Belenenses;

    1 – Registo ainda para o facto de o Belenenses ter sido a equipa a marcar mais golos num só jogo de todos os campeonatos nacionais: 15-2 à Académica;

    2 – A grandeza do Clube;

    3 – “Clube de grande implantação popular, o Belenenses tem tido adeptos em todos os estratos da sociedade portuguesa. Entre os mais conhecidos, destacam-se:
    Músicos:
    Amália Rodrigues (sem dúvida a mais famosa cantora portuguesa de sempre); Lucinda do Carmo; Carlos do Carmo; João Pedro Pais; Luís Represas (ex-Trovante); Frederico de Freitas (Maestro); Gonçalo da Câmara Pereira; Mirita Casimiro; Paco Bandeira; Pedro Barroso; Tony de Matos.
    Atores, escritores, jornalistas ou figuras do Espetáculo:
    Albano Homem de Mello, José António Saraiva (ex-Diretor do Expresso); Badaró; Baptista Bastos; Fernando Ferrão; Francisco Nicholson; Henrique Mendes; Homero Serpa; Humberto Madeira; Jacinto Ramos; João Villaret; Marina Tavares Dias; Pedro Homem de Mello; Raúl Solnado; João Didelet; Sónia Brazão; Sara Santos (Miss Playboy TV Portugal 2006); Filipa Paixão (vencedora do casting FHM de 2006); Hugo Sequeira (Ator de teatro, cinema e televisão); Vítor Ennes (Ator e Modelo); Margarida Pinto Correia (Jornalista e Escritora); Cristina Areia (Atriz); Hélder Agapito (Ator); Pedro Barroso (Ator) ; Samanta Castilho (Modelo); Nuno Perlouro (Jornalista e Pivô da RTP).
    Políticos: – Américo Tomás (ex-Presidente da República); Teixeira Gomes (ex-Presidente da República).
    Nota: O facto de um Presidente da República do Estado Novo e de um Presidente da I República terem sido adeptos e sócios do Belenenses desde logo desmente a alegada relação privilegiada do Belenenses com o Estado Novo. De resto, o Belenenses foi 3 vezes Campeão de Portugal antes de Salazar se ter tornado presidente do Conselho, não se conhecendo, aliás, qualquer simpatia clubística da sua parte. Figuras gradas do regime caído em 25 de Abril existiram nos quadros dirigentes de todos os principais clubes portugueses. De resto, o modo como o Belenenses obteve e perdeu tanto as Salésias como o Restelo mostram que foi preterido – e não beneficiado – em comparação com os outros maiores clubes lisboetas (Benfica e Sporting). Também foram seus e só seus os três jogadores que se recusaram a fazer a saudação fascista num jogo com a Espanha: Mariano Amaro, Artur Quaresma e José Simões.[1] Clube plural, há no Belenenses pessoas de direita como de esquerda, como das diferentes opções religiosas e filosóficas ou de distintos estratos sociais. [parcial]
    Outras figuras da política:
    António Pinto Leite (ex-deputado pelo PSD); Baltasar Rebelo de Sousa (Ex-Ministro); Carlos Sousa (ex-Presidente da Câmara de Setúbal e antes de Palmela pelo PCP – CDU); Idália Moniz (Secretária de Estado); João Luís Moura (Governador Civil de Lisboa); João Pinho de Almeida (deputado da Assembleia da República pelo CDS-PP); Luís Nobre Guedes (ex-Ministro e ex-deputado pelo CDS-PP); Manuel Sérgio (ex-deputado da Assembleia da República pelo PSN); Marcelino Marques (da Comissão Coordenadora que preparou o 25 de Abril); Mário Duarte (embaixador); Soares Carneiro (candidato à Presidência da República e ex-Chefe do Estado Maior das Forças Armadas); Vale Guimarães (Governador Civil de Aveiro); António Nunes (Presidente da ASAE); António Filipe (Deputado na Assembleia da República pelo PCP – CDU); João Soares (Ex-Presidente da Câmara Municipal de Lisboa)
    Desporto:
    António Livramento (Hóquei em Patins); Filipe Gaidão (Hóquei em Patins); João Pinto (Andebol); Paulo Simão (jogador com mais internacionalizações em Basquetebol); Salvador do Carmo (Selecionador Nacional e Presidente do Clube); José Maria Antunes (Selecionador Nacional); Gomes da Silva (Coordenador da Seleção Nacional no Mundial de 1966); Humberto Fraga Fernandes (Presidente do Odivelas FC); Décio de Freitas (árbitro); Jorge Coroado (árbitro internacional); Luís Santos (ex-Presidente da Federação Portuguesa de Andebol e da Confederação Portuguesa de Desportos); Homero Serpa (Jornalista do Jornal “A Bola”); Vítor Serpa (Diretor do jornal “A Bola”); Alexandre Pais (Diretor do jornal “Record”); Hélio Nascimento (jornalista do Jornal “Record”); Ayrton Senna (Piloto de Formula 1)[2].”

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Clube_de_Futebol_Os_Belenenses

    • Samuel diz:

      Infelizmente, que eu saiba… foi o único a chamar ao seu estádio “Almirante Américo Tomás”. Azar!

    • Renato Teixeira diz:

      Em suma, é do Belenenses quem não percebe nada de bola, quem é de direita e meia-dúzia de pessoas simpáticas mas profundamente baralhadas.

      Essa dos 15 a 2 é possível que seja uma boa razão. 😉

  10. Augusto diz:

    Os desempregados e os precários sempre foram os parentes pobre da CGTP.

    Quanto ao resto do Bla Bla Bla do costume.

    E misturar o meu Benfica nesta historia , com salazares á mistura é de mau gosto.

    Afinal os grandes apoiantes de salazar , os seus amigos, ( se é que a besta tinha amigos) , eram quase todos lagartos, ou quando muito do partido dos queques o Belenenses.

  11. Mariamna diz:

    Snipers do Hezbollah e do Irão na Síria a matar protestantes às centenas.
    A comunada Portuguesa, ignorante e pacóvia, nada diz acerca da Síria.
    Espere sentado, Renato. Seria mais provável uma ratazana Libanesa penetrar-lhe o rectum do que o Sr testemunhar o fim do “enclave” Israelita!!

  12. Mariamna diz:

    O que quer o Renato dizer com “repetir Londres.” ??? (Os riots???)
    Os riots mais recentes fazem parte de uma longa tradição (de riots) que não alteraram coisa alguma na super-estructura. Felizmente.

  13. Luis Nobre diz:

    Ó Renato,

  14. Luis Nobre diz:

    Ó Renato, mas os sindicatos que existem já defendem trabalhadores precários. Veja você que até conseguem fazer com que milhares de trabalhadores precários durante o ultimo ano deixassem de o ser. Depois a plataforma 15 de outubro só tem duplo poder dentro dela própria. Quando o bloco se briga com o m12m e o m12m com os ruptura. Se calhar é mais que duplo. Depois sair do Euro não é só chegar e dizer “vou sair daqui”. Certamente o estudioso renato saberá que mataria de fome toda a gente se o fizesse, porque as couves e as batatas não nascem de um dia para o outro, e nabos temos cá muito, mas plantam-se em blogs. Quanto à nova greve geral, está para breve, calma, mas não julgue você que é você que a convoca ou os seus amigos, sabe que isto dos trabalhadores é maior que a meia-duzia que se junta nas vossas assembleias, quando é a próxima? E os estivadores renato? É fetiche? São mais trabalhadores que os outros? São mais bonitos? Porque tem medo de se juntar aos outros mas gosta dos estivadores? E explique-me, acha que dá para suspender a divida, nacionalizar a banca antes de meter o passos a correr? Vocês do capital nunca me enganaram. Por fim, ser contra o Benfica é tão típico dos meninos de bem.

  15. JL diz:

    Oh Renato,
    essa coisa dos 12 desejos é um bocadinho “classe média”…. ou não?
    um Abraço

  16. Orlando diz:

    O Ano Novo chegou, mas o Renato continua igual a si próprio, faccioso, tendencioso e divisionista… continue assim que vai longe, vai fazer a revolução da Lapa, eu fico-me pela do CC, lol lol lol lol, boa revolução para si, espero que consiga ganhar adeptos entre os filhinhos das tias e os tios… porque entre os “estivadores” o seu discurso não pega.
    Um bom ano para si. E já agora mais uma provocação… Força PORTO.

  17. An Lage diz:

    Entre outros, desejo:
    1- acabar com o enclave de Portugal

    2- acabar com a esquerda geo-politiqueira, aliada de fascismos islâmicos.

    3- acabar com todo o tipo de nacionalismos, a começar pelos micro-nacionalismos e pelo terceiro-mundismo.

    4- que o pcp vá à falência, financeiramente e que os membros mais sacripantas paguem toda a abjecção das suas vidas militantes com despedimento compulsivo das suas vidinhas de burocratas.

    etc

  18. tric diz:

    que o Partido Comunista Chinês abandone as empresas estratégicas de Portugal, é meu desejo!

  19. ANDANA LUA E NA LUANDA diz:

    Oh Teixeira não te excedas! Os nºs 2 e 12, são desejos de merda … a Inter está viva e o “Belém!” não morre !
    Quanto ao resto estamos juntos!!

  20. Contumaz diz:

    Já mandaram esta lista ao vosso amigo e camarada que foi “trabalhar” para o governo do Farsola de Massamá?

  21. tmn diz:

    Não se deve comprar “merda” no pingo doce.

  22. Antónimo diz:

    será alienação que o post mais participado tenha o belenenses como foco?

Os comentários estão fechados.