Temos homem

Mas não é este.

Os liberais do Largo do Rato deviam definitivamente ter um partido para governar e outro para fazer oposição. Desta maneira, qualquer dia a máscara cai e não há P(N)S que os valha. A metamorfose do PS está em marcha mas lá chegará o tempo em que vai deixar de enganar os eleitores.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

14 Responses to Temos homem

  1. Pingback: Mário Tsé-Toung e seus compagnons de route | cinco dias

Os comentários estão fechados.