NOVA FOTOGRAFIA DO AGENTE INFILTRADO E DA CARGA POLICIAL – Miguel Macedo, expulse o trambolho violento da polícia e demita o extremista mentiroso do Governo! [actualizado]

Chegou-me uma nova fotografia do agente que espancou um activista na manifestação da greve geral. Se o Ministro Miguel Macedo pensava que se safava alegando que o vídeo, e a foto dele retirada, não eram suficientes para a identificação do infiltrado violento, esta não deixa margem para dúvidas. E agora senhor Procurador geral da República, vai continuar calado?

Seja qual for o resultado do inquérito que diz estar em curso, o Ministro Miguel Macedo, que também já tinha dado garantias de que não havia infiltrados, tem agora apenas um caminho: expulsar o trambolho e demitir-se.

ACTUALIZADO COM PEDIDO DO APOIO LEGAL AOS DETIDOS:

“Perante os variados acontecimentos de brutalidade policial e detenções arbitrárias na manifestação de 24 de Novembro foi criada uma plataforma que pretende recolher imagens e videos que tenham sido feitos dos momentos de agressão por parte da polícia. Tal recolha servirá para sustentar a defesa dos detidos bem como a juntar material para que posteriormente se possam organizar processos aos responsáveis pela violência que vários manifestantes sentiram na pele. Apelamos então a todas as pessoas que fotografaram e filmaram a manifestação, a todos os repórteres fotográficos e a todos os operadores de câmara que nos façam chegar ao endereço electrónico apoiolegal24N@gmail.com os registos que tenham em sua posse dos eventos em questão. Do mesmo apelamos a todos os que presenciaram os eventos que se possível nos façam chegar relatos detalhados do que viram que se possam eventualmente utilizar nos ditos processos legais.”

 

Publica igualmente o teu relato, ou fotos e vídeos que já estejam a circular, na caixa de comentários desta posta. Ao longo dos próximos dias boa parte do material mais relevante será publicado em posta e enviado ao grupo de apoio legal.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

134 respostas a NOVA FOTOGRAFIA DO AGENTE INFILTRADO E DA CARGA POLICIAL – Miguel Macedo, expulse o trambolho violento da polícia e demita o extremista mentiroso do Governo! [actualizado]

  1. Anarcas de merd* diz:

    parasitas

  2. João Pedro Alves Baião diz:

    não sou uma pessoa de conseguir ver este tipo de cenas portanto se algum dia assistir serei o 1º arrancar do chão a maior calçada que encontrar e fazer mira a cabeça de um desses ignorantes.

    FUC* THE POLICE

  3. Olho Vivo! diz:

    1) É um direito e um dever patriótico dar luta ao desmantelamento do “pacto social” firmado em 25 de Abril de 1974 que o actual governo conduz: desmantelamento dos serviços públicos, desmantelamento dos direitos do trabalho e desbaratamento da propriedade pública, ao serviço do capital.
    2) Não partilho a via inorgânica para a luta subscrita pelos manifestantes em causa, nem os métodos utilizados pois na minha análise são desajustados, na actual conjuntura, aos princípios e objectivos da batalha pelos direitos e liberdades. Não considero no entanto que a propalada violência que tão empolada é na comunicação social seja superior e sem razões em face da violência a que os portugueses estão a ser sujeitos. A indignação e resistência popular é um direito e um dever, quando se justifique.
    3) Tive curiosidade e fui ver o tal vídeo da ilha, para que não fiquem dúvida nada tem que ver com este, daquilo que é possível ver não parece existir qualquer motivação de ordem politica ou social nas 4 cenas apresentadas (supondo que são verdadeiras, não sendo de excluir que sejam montadas pela CIA no âmbito da campanha contra Cuba). As cenas são de âmbito da pequena criminalidade (?) comum. Verifica-se que os policias estão desarmados – o que em si mesmo tem significado – e que a forma de actuação nada tem que ver com a de forças policiais anti-motim. Violência policial neste campo da sociedade existe em todo o tipo de regimes e deve ser censurada, combatida e alterada em todas as circunstâncias.
    4) Violência policial com fins de repressão politico-social é um caso particularmente gravoso da violência policial, coisa diferente e particularmente perigosa para a sociedade e para a democracia. A existência de infiltrados agrava profundamente a censura que se deve exercer sobre os governos que aceitem estas formas de repressão. As declarações do Sr. Ministro negando aquilo que parece ser uma evidencia, não só os excessos policiais mas a existência de infiltrados provocadores, é altamente censurável na medida que encerra em si uma (mais) tentativa de enganar os Portugueses e de organizar uma repressão vergonhosa sobre manifestantes políticos.
    5) Portanto quem defende um Portugal democrático e de bem estar para o povo, não pode deixar de censurar esta forma de repressão, bem como todas as formas de intimidação que o governo tem conduzido contra as pessoas e os esforços financeiros em material de repressão e não confunde alhos com bugalhos.

  4. Anon diz:

    Mas afinal qual é o nome do polícia e onde para?

  5. diogo diz:

    para enfrentar a bofia tem de ser armados.Quase todos sao filhos da puta q tem prazer em bater no pp.Dp querem aumentos ,ainda é pouco estarem sem papel higienico lá nas suas palhotas

  6. Pingback: Miguel Macedo – “Incidentes que se ficaram a dever ao comportamento de meia-dúzia de profissionais da desordem e da provocação, que devem ser travados.” | cinco dias

Os comentários estão fechados.