A nova imagem da Parque Escolar EPE

Afinal a culpa é dos arquitectos. A administração da empresa pública bem queria poupar, mas os arquitectos não deixavam. Não fosse alguns directores de escola, e os seus doutos conhecimentos de construção, nunca teríamos conseguido trocar 1200 armaduras suecas de 400€  por 1200 armaduras portuguesas de 40€. Tendo a certeza que o Sr. director em causa terá pessoalmente averiguado que um e outro equipamento tem as mesmas características técnicas, espero que esta constatação tenha chegado antes da contratação da empreitada, pois se assim não tiver sucedido, a grande mais valia da troca ficará para o empreiteiro.
E assim, a autoritária e empreendedora Parque Escolar dos tempos de Sócrates vai alterando a sua imagem para a de uma pobre empresa sodomizada pelos arquitectos que escolhia.

P.S. – Será que algum dia vai ser tornado público o relatório da auditoria às contas da Parque Escolar EPE realizado pelo Tribunal de Contas durante o ano de 2010?

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

2 respostas a A nova imagem da Parque Escolar EPE

  1. Carlos Fernandes diz:

    Totalmente de acordo. Os contribuintes portugueses têm o direito de saber onde é gasto o seu dinheiro. Esse relatório do Tribunal de Contas sobre a muito “nebulosa” e “nevoeirosa” Parque Escolar já devia estar pronto e publicado…ontem!

Os comentários estão fechados.