As sondagens valem o que valem mas…

…valores desta ordem no apoio à luta organizada, à Greve Geral e no repúdio ao Governo e ao Orçamento de Estado parecem indicadores quase inéditos.

 

 

 

 

 

 

sondagem tirada daqui, e não, não é uma sondagem do Avante…

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

12 respostas a As sondagens valem o que valem mas…

  1. Micas diz:

    É da Eurosondagem, o que ainda é pior do que se fosse do Avante.

  2. A.Silva diz:

    Já agora o post podia informar igualmente que não é uma sondagem do “esquerda.net”.

  3. Augusto diz:

    Perder tempo com sondagens, é puro masoquismo.
    Ontem eram encomendadas pelo Pedro Silva Pereira hoje são pelo Miguel Relvas.

    Aliás se os portuguese estão tão descontentes, como se justifica que os resultados atribuidos aos partidos, sejam os mesmos que os partidos tiveram nas ultimas eleições, e sejam Passos Coelho o Paulo Portas os politicos mais bem vistos pelo portugueses, segundo a mesma sondagem?

    O governo é péssimo, o orçamento de estado um pavor, mas os mesmos que dizem isto, tambem dizem , que voltam a votar no PSD e no CDS, e que o Passos Coelho e o Paulo Portas é que são os bons politicos.

    Percam tempo com aquilo que na realidade preocupa os portugueses……

    Como a manifestação , que reuniu centenas de carros e camiões hoje em Viseu.

    • De diz:

      Não.Não é puro masoquismo
      Estes resultados têm o significado que têm
      Têm as leituras ou as limitações ou os enviesamentos que quiserem.
      Mas permitem “ver” uma coisa.
      É que há um tecido social muito em desacordo com a política canalha deste governo.Muitos estão contra tal estado de coisas.Muitos já o afirmam e expressam tal descontentamento em público e nestas sondagens.
      O que se tira daqui é que deve ser ainda mais forte o empenhamento, o nosso empenhamento para que a greve geral seja uma jornada sem precedentes.O terreno está aí,à nossa frente
      Dá-nos(ainda) mais forças para a luta.
      Para a greve geral e para todas as lutas que sejam necessárias travar
      E podem crer que serão muitas.Mas é nosso futuro que está em jogo

      • Augusto diz:

        Pois, mas esta sondagem diz uma coisa, e exactamente o seu contrario.

        E isso não é possivel, ou então o nosso povo segue o velho ditado

        Quanto mais me bates, mais gosto de ti…salve seja…

        • Bolota diz:

          Rafael,

          Há um ditado que diz: cego não o que não vê mas o que não quer ver.
          Onde está a coisa, e exactamente o seu contrario ???

          – Concorda com o Governo?? – 81,1 % – Diz que NÃO

          – Concorda com o corte do subsidio de Férias
          E de Natal aos funcionários públicos??? – 79,8 % – Diz que NÃO

          – Confia no Governo?? 57,8 % – Diz Não

          – As Metas do orçamento de estado serão cumpridas??? 63,2 % – Diz que Não

          – O corte devia ser extensível aos trabalhadores do sector privado??? 53,8 % – Diz NÃO

          – Confia no ministro das finanças??? – 59,6 diz Não

          – Concorda com a convocação da greve geral??? 63 % – Diz que SIM

          O Augusto anda mesmo a precisar de tratar dessa vista…não vá é ao SNS senão sai de lá cegueta de todo mais do que está.

  4. Tiago Mota Saraiva diz:

    Cuidado Rafael, esta sondagem é da Eurosondagem. O que, por si, quer dizer que tem água no bico.

  5. Bolota diz:

    Queria dizer Augusto, mas pro caso tanto faz

  6. Nuno André Patricio diz:

    Bem as sondagens valeram o que valem , mas imagino que é sentimento generalizado o repudio a este OE. Poderíamos pensar que é uma execução do Programa Eleitoral que prometia ser mais troikista que a troika, que estes que lá estão agora conseguem ser mais incompetentes na sua obsessão de controlo da finanças esquecendo a economia real.

    De facto as pessoas não votaram no Programa Eleitoral do PSD e CDS, nos bons politicos que ( não ) são Passos coelho ou Portas, votaram descontentes com o PS e botaram para fora o Socas, ou não votaram simplesmente.

    Uma coisa é certa não votaram neste OE. De pouco vale começar a chamar o povo de ignorante e pateta, que não o é, imagino que que estas mesmas pessoas que não estão de acordo com o OE mas votariam outra vez PSD , PS ou CDS diriam pragmaticamente ” mas se não são estes quem serão?” , ” eles podem lá fazer alguma coisa, como isto está” , ou já o clássico “são sempre os mesmos”.

    Este sentimento de impotência e inevitabilidade embora seja um discurso manipulado, tem razão de ser. De facto não é o banana do Coelho que nos governa, hoje sabemos que os Programas Eleitorais dos partidos do “Arco do Poder” não são mais que maquiagem de outros programas, esses não sufragados.

    A falta de representatividade da nossa democracia dá nisto, poucos meses passaram depois dos Portugueses votarem num Programa Eleitoral , dão-se conta que os afinal estão contra a execução desse programa através do Orçamento de Estado.

    E se o Orçamento de Estado fosse a referendo? Tal como Orçamentos Autárquicos e Planos Estratégicos que vigorassem para além de uma Legislatura…

    Um referendo por mês para ser bom Português…

    PS: Tiago , não me pus a pensar de que bico sairia essa água.

    • Maquiavel diz:

      As “pessoas” que aprendam que ao votar num partido estäo, quer queiram quer näo, a votar no Programa Eleitoral desse partido, e näo contra “um outro partido”. Neste caso deram maioria absoluta ao Programa Eleitoral do PSD e CDS.
      Agora guincham? Só a minoria que näo votou PSD ou CDS é que tem o direito de se queixar.

      Queriam penalizar o Socras sem dar o voto ao tipo que prometia “ir mais além da Troika”??? Entäo porque näo votaram à Esquerda? “Ai, isso nunca, alguma vez vou votar na comunagem?” Agora comam manias, e bom proveito.

      Que as eleiçöes de Junho de 2011 fiquem para a História como o acordar de um povo grunho para a realidade de que a democracia tem de ser responsável. Estäo a tempo de mudar daqui a 3 anos. Os que näo morreram à fome e doença até lá por via da neoliberalizaçäo promovida por PSD+CDS, claro.

      Nota: mesmo com este descontentamento todo com o Governo, PSD+CDS continuariam com maioria absoluta, a fazer fé nas sondagens…

  7. Pingback: Argentina 2001 – Grécia 2011/2012 – Portugal? – Europa?? | cinco dias

Os comentários estão fechados.