Golpe de secretaria na votação do proposto corte de 5% na despesa dos eurodeputados

Dinheiro dos deputados: a consciência e a carteira

Dinheiro dos deputados: procedimento de (não) voto

Nestes vídeos podemos assistir à trapaça protagonizada pelo presidente, Jerzy Buzek, e com a prestável colaboração do deputado José Manuel Fernandes (PSD). A consequência foi que os Eurodeputados não puderam votar no momento que faria mais sentido, acabando por votar demasiado tarde, e apesar disso, a adenda teve 178 deputados a votar favoravelmente. Parabéns Miguel!

(ver artigo e vídeos no BEInternacional)

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Uma resposta a Golpe de secretaria na votação do proposto corte de 5% na despesa dos eurodeputados

  1. É preciso coragem e determinação para se lutar por aquilo em que se acredita.
    E é preciso, em primeiro lugar, acreditar em alguma coisa…

    O Miguel foi admirável.

Os comentários estão fechados.