O fado do Tóni Esperas

Diz o John Lisbon que Tom Waits gosta de fado, e eu acredito.

“É tão fã que chegou mesmo a compor um (em improvável ternário…), inicialmente planeado para Mule Variations, mas só publicado como décima faixa de Blood Money: ‘The Part You Throw Away’, aquela canção que ele gosta de citar como exemplo de desejável ruído no canal de comunicação, quando Terry Gilliam o ouviu cantar ‘In a Portuguese saloon’ e supôs que o texto fosse ‘On the porch the geese salute’. E justificava-se: ‘Gosto de coisas mal compreendidas. Gosto de ouvir uma canção num rádio ao longe e não a perceber bem quando é interrompida pelo som de um avião, do vento ou de um tractor. Gosto das peças que faltam. Não gosto das coisas muito arrumadinhas. Espero que haja muito mais gente que me compreenda mal'”.

Espero que haja mais gente ainda a não perceber que isto é fado, mas essa é a parte que eu deito fora. Letra com tradução marada aqui, queixas ali. Ah, grande Tóni!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a O fado do Tóni Esperas

  1. Mazóveneranda Morgada, quer-me parecer que não conhecia esse videoclip… thank you very gracias. Estou em crer que, bumeranguemente, o vou roubar.

  2. joão viegas diz:

    Hm, acho que não, mas não sei se percebi, nem se desejo que, de longe, assim o pareça. Ja dizia São Toni…

    • Morgada de V. diz:

      De longe, joão, a uma certa hora, se estiver a passar um camião TIR e uma concentração de lambretas, parece mesmo samba. “Essa é a parte que eu jogo fora, pi-pi-pi-pi-pi-ri-ri-ri-ri-PI-ri-ri-ri-ri-RI”

Os comentários estão fechados.