Não quero que te falte nada, Renato

Basta clicares aqui, e não precisas de agradecer.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a Não quero que te falte nada, Renato

  1. Renato Teixeira diz:

    “Vallejo sat behind her battered laptop, a small blue notebook on her desk and a rapt audience in front of her. When she speaks, her hands fly about, like birds snatching invisible prey. Her language is pointed and clear but, mixed with constant doses of humour and self-deprecation, she keeps her charges laughing.”
    Se ela marchar no dia 15 é desta que perco a cabeça e dou um pulo a Santiago.

  2. Von diz:

    Agora a revolução mede-se pela beleza. Outros tempos, é o que é…

  3. Vasco diz:

    Olha que ela é do Partido Comunista do Chile, Renato. Certamente uma burocrata controladora dos movimentos sociais… Fosse o Mário Nogueira tão giro e já não o criticavas, confessa lá…

    • Renato Teixeira diz:

      Não estou muito por dentro mas não lhe perdoaria se não fosse ao 15O. Olhe que no entanto, apesar de alguns sinais de que para lá caminha, ainda não assinou nenhum memorando de entendimento e não mandou os estudantes para casa…

Os comentários estão fechados.