E o estalinista sou eu…

Acho graça às viúvas de Sócrates (direitos do NRA) que cobram ao PCP o facto de Mário Nogueira ter estado presente na inauguração da nova Sede e Centro de Formação do Sindicato dos Professores da Madeira ou de não ter espetado uma valente murraça nas trombas de Passos Coelho, salvo erro, em Coimbra.
Na cabeça desta gente, o PCP devia impedir aquele militante comunista de exercer a sua actividade enquanto secretário-geral da FENPROF, transformando-o numa vanguarda trauliteira. O secretário-geral da FENPROF, para cada acto público em que pensasse representar os professores, devia solicitar permissão ao Comité Central. Na sequência da qual os camaradas deviam reunir para apreciar os prós e contras (para o partido!) da sua participação.
Se assim não suceder,  as viúvas de Sócrates, vão sempre choramingar que a oposição do sindicato dos professores é mais fraquinha com este governo do que era com o seu, ainda que o seu sindicato se deite todos os dias com o que fingem ser o inimigo.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

33 Responses to E o estalinista sou eu…

  1. Pingback: Lutarmos juntos | cinco dias

  2. Pingback: Blogger’s Digest at Aspirina B

Os comentários estão fechados.