Lições do 12 de Março, a pensar nas aulas do 15 de Outubro (XI)

A Gui alerta bem: “o 15 de Outubro não terá cobertura mediática”. Há uns dias também tinha alertado para a lei da rolha. O mesmo aconteceu com as acampadas, do Rossio a Wall Street. O lado negro da força já percebeu que esta é a plataforma que mais condições tem para travar as suas intenções da troika, e que pode, objectivamente, derrotar o governo no mais curto espaço de tempo. Os comandantes do regimento escolheram o caminho da negação, qual Mubarak em dia de finados. Cabe aos manifestantes ter a relevância necessária, by any necessary means, para que nenhum jornal possa assobiar para o lado, como bem denunciou, há uns meses, o Pedro Guerreiro

[a 18 dias das ruas voltarem a ser nossas]

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a Lições do 12 de Março, a pensar nas aulas do 15 de Outubro (XI)

  1. O 12 de março foi instrumental para ajudar no derrube de Sócrates. Aqui as águas estarão bem separadas, não haverá“PSDs úteis”, nem cobertura mediática, mas teremos sempre os Fellinis das secretas de handycam na mão. Sempre que apanharmos esses fabulosos cineastas e fotógrafos, proponho que os saudemos com o dedo do meio. Vai dar umas belas fotos para o álbum do SIS. 😉

Os comentários estão fechados.