Osama bin Laden

[Clique na imagem para descobrir os verdadeiros responsáveis pelo 11 de Setembro de 2011]
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

28 respostas a Osama bin Laden

  1. p diz:

    Isto é a sério? Ridículo.

  2. Gentleman diz:

    O Renato Teixeira que nos tem demonstrado a sua clarividência ao vislumbrar nos actos de uns larápios adolescentes o germe de uma Revolução, brinda-nos hoje com uma daquelas teorias da conspiração própria para entreter pessoas com a idade mental dos supra-citados adolescentes. Esta é do mesmo calibre da outra, aliás muito bem fundamentada, de que o Homem nunca pôs o pé na Lua.

    • Renato Teixeira diz:

      Dick Cheney, Donald Rumsfeld, Condoleezza Rice e George Bush, esses sim deram respostas satisfatórias. Eles e a comissão de investigação do 9\11. Justifiquem as dúvidas e as dúvidas dissipar-se-ão. Não lhe parece simples?

    • Esteves diz:

      Os gentlemans são por definição pessoas respeitáveis, que nunca duvidam do que dizem os governos e os media controlados pelo poder financeiro. Se amanhã a NASA e a CNN dissessem que afinal a lua é feita de cartão-pedra, os gentlemans só teriam que acreditar. Duvidar seria sair do terreno da respeitabilidade intelectual, cujo esteio é a credulidade. Na areia é que a cabecinha está bem, dizem os avestruzes da gentlemania. E como areia não falta…

  3. Marota diz:

    Pois são, mas também o 45°, o 46°, o 47° e por aí adiante até o big bang final chegar. Eles fazem tudo mal, estes canalhas. Abraços calorosos daqui da terra da Angelita. :*

  4. Rascunho diz:

    Homenagem ao “11 de Setembro 01”

    “Blue Tuesday”

    eis que se ergue um anjo sobre o ocidente
    possui uma asa preta e outra branca
    traz no peito o Islão e nas costas alguns europeus, africanos…
    e até americanos

    é algo temível e indestrutível
    carece de rosto como outrora as multinacionais da razia,
    do branqueamento, da miséria, do terrorismo, da castração,
    da repressão, da estupidificação…

    como tu, Islão,
    há muito que deixei de chorar a morte dos outros
    e passei a chorar a minha

    ah como desejo
    que me arranquem a cabeça e a coloquem a fazer de alvo
    no empire states building ou na estátua da liberdade
    para que possa beijar na boca, e com a boca,
    um dos aviões de «bin Laden»

    ah como anseio
    ser bombeiro, nestes momentos,
    e poder ter a sorte de encontrar naqueles corpos mutantes
    um fio de ouro ou um dente de diamante
    – sei lá… a miséria por aquelas bandas é tanta!

    ah como ambiciono
    alistar-me nas forças de elite norte-americanas
    e ter nas mãos uma antiaérea para dizimar…
    nunca um avião! – nunca, que poderia estar a evitar
    que outra torre fosse destruída –,
    mas sim pelotões e pelotões numa só rajada enternecida

    duas torres foi pouco, tão pouco

    ó gentes, jamais acreditem que não temos por cá génios,
    capazes de envergonhar o mais criativo de hollywood
    (a coisa é mediática, não é?!)

    ó gentes!, nunca me confundam com um terrorista,
    e muito menos com um assassino
    – assassina é toda esta sociedade que se vitima a si mesma
    devido ao excesso de ganância, impotência e imbecilização

    assassinos somos todos nós
    que fazemos da possibilidade, da paz, uma impossibilidade

    sim, assassinos somos todos nós que diariamente permitimos
    que os nossos desejos e impulsos sejam ceifados; na impossibilidade de:

    comprar um porsche
    adquirir uma mansão (oh, uma mansão!)
    aniquilar alguns dirigentes, políticos, económicos, religiosos,
    que arquitectam toda esta desgraça, toda esta miséria e farsa

    mas… falemos de Causas Nobres:
    na impossibilidade de alimentar os
    que sentem com a fome: as doenças, a dor, a morte…

    para matar basta não querer, rejeitar, negar, ignorar
    – e que melhor sabemos nós fazer?

    ó gentes, não devemos permitir que jipes trucidem corpos
    não, não devemos permitir, nem tão-pouco tolerar,
    que assassinos assassinem pessoas que diziam:

    “mil vezes uma criança nos braços que um milhão de biliões de liras/dólares”

    ó carabinieres, ó exemplos da democracia

    não, não devemos aceitar, pactuar,
    que milhões de crianças morram todos os anos em África e na Ásia.
    nem tolerar que se despejem bombas e mais bombas por todo esse mundo fora

    ó rico urânio empobrecido, ó leucemia e demais cancros

    não, não há razão
    para ficarmos estupefactos com o que aconteceu em nova iorque
    – pois quem fez o que fez sabe que “Gandhi” não resultou

    Justiça com letras de VENENO
    Justiça com letras de FOGO
    Justiça com letras de SANGUE

    basta de cimeiras e de conferências da incompreensão
    que façam uma cimeira do silêncio
    – pode ser que obtenham o tão «desejado» entendimento

    não, não esperem que os asiáticos
    se submetam às clínicas de dermoestética “espanholas”
    afim de arredondarem os olhos à nossa semelhança

    nem que os pretos se prestem a plásticas da epiderme
    afim de se tornarem brancos

    não… nem, tão-pouco, esperem que o Islão se converta ao catolicismo

    se acham que tudo isto que digo é absurdo, digo-vos:

    absurdo é o que pretendem fazer com a «globalização»
    com ela não os irão alterar por fora, irão alterá-los por dentro
    muito mais subversivo, portanto:

    de hoje em diante um sim perpétuo à liberdade,
    aos direitos fundamentais, à autodeterminação dos povos
    há que respeitar as suas culturas,
    as suas etnias, as suas raízes
    – não à adulteração, sim às minorias

    com que direito,
    com que direito quiseram transformar um índio num europeu ou americano
    se sabemos que é muito mais digno ser índio?

    mil vezes sermos índios!

    duas torres? tão pouco, se pensarmos um pouco

    puta que pariu o luxo
    puta que pariu as ideologias pré-fabricadas
    puta que pariu os tecnocratas e as suas multinacionais exploradoras

    PUTA QUE PARIU

    chafurdemos no lodo, nos guetos que criámos,
    como bons ratos de esgostos que somos

    utilizemos o sistema informático,
    a nova cruz disfarçada de “pc”,
    perante a nossa própria «humanidade» de mentecaptos,
    de farmacodependentes, de serial killers, de business men…

    há que puni-los
    há que puni-los, há que puni-los!
    porque neste mundo tudo se justifica,
    principalmente as suas vidas com as nossas mortes

    irei esquecer-me de muitas coisas
    irei esquecer-me das sanções económicas
    dos inúmeros actos terroristas

    abençoados os resistentes
    abençoados os sobreviventes
    abençoados os que não se integraram
    – porque neste sistema corrupto e nojento só integram os Filhos da Puta

    Duas torres?… Foi pouco, MESMO POUCO

    Saiu de um rasgo, e assim ficou. Texto escrito a 20 de Setembro de 2001, 9 dias após os atentados, e lido na rádio “VOXX” em outubro do mesmo ano.

  5. Gentlemen,
    Ainda bem que existem ainda por este PT, pessoas decidas como é.
    Realmente…estas teorias da treta já chateiam, próprias de indivíduos que encurralados na sua zona de conforto, não conseguem, vislumbrar o bem que se hoje vive após o 11/9.
    Mas já agora…assim só a titulo de curiosidade.
    Tem alguma dificuldade em enfrentar o mundo real ou prefere continuar a viver na sua teoria da conspiração?
    È que a forma como vê o mundo, é ela própria a sua versão da conspiração dos ” outros ” que são ” mental dos supra-citados adolescentes ” ao contrário de Si, que sabe perfeitamente que foi 1 Atentado Terrorista porque o Bush, o Rumsfeld, o Cheney , o Powel devem ter dito aquilo que não disseram sob Juramento .
    É Òbvio que consegue apontar e justificar facilmente os ” erros infantis ” questionados no Vídeo?..Chegue-se a frente!
    Se consegue…avance com os factos que os Srs acusados não disponibilizam?
    Essa de trazer comparações da Lua, abona muito a seu favor…realmente são idênticas e sobre o mesmo assunto o que mostra desde logo, a sua intenção em escamotear a realidade.
    Deixe-me só relembra-lo que o acidente do Golf de Tonkin, o Ataque a pearl Harbor, o Ataque ao USS Liberty… também eram teorias da conspiração, não eram?
    O Grupo de Bilderberg quando começaram a sair noticias para o exterior da sua existência, também eram os malucos das teorias , não eram?

    Pois, eu sei…agora conhece a história e coloca-se do seu lado como um grande Moralista sabichão mas só depois de ter os factos puxados a ferro quente tirados aqueles que negavam a sua existência.
    Um Verdadeiro sabichão este Gentlemen…deve ser daqueles que quando a briga estala, enfia-se no WC a esconder-se e depois, quando tudo está calminho, arregaça as mangas e ai vem o valentão…sempre todo sabichão.
    Pessoas como o Gentlemen, não têm uma visão conspiratória porque mudam a sua opinião como quem muda de cuecas…
    São de Elevado padrão moral…. sempre.
    Se não consegue apontar as incongruências no video, cale-se como o rato de laboratório que é…devem estar prestes a trazer-lhe a próxima refeição fresquinha pelo Jornal com mais tiragem.

    Streetwarrior

  6. Von diz:

    “não… nem, tão-pouco, esperem que o Islão se converta ao catolicismo ”

    Não… exactamente o contrário: http://1.bp.blogspot.com/-sbTJz22Qhxs/Tmx5T77NKUI/AAAAAAAAHBY/I9CB6kq_ZAk/s1600/digitalizar0001.jpg

    • Renato Teixeira diz:

      Isso é que é clareza em dar respostas às dúvidas que permanecem sobre a autoria dos atentados do 11 de Setembro. E Cuba? E a Coreia do Norte? E o aquecimento global? Não?

    • Carlos Carapeto diz:

      Se soubesse que o Paquistão é um grande aliado do Ocidente não se atrevia a colocar este comentário. O obscurantismo religioso no Paquistão serviu durante muitos anos os interesses dos países Ocidentais.

      Afinal em que condições devem os países Ocidentais (cristãos) estar ao lado dos radicais islâmicos?

      Na Líbia para derrubar um governo laico? Nos Balcãs para afastar governos (cristãos ortodoxos) que lhe eram hostis?

      Os politicos da sua tribo chegaram a mostrar-lhe estas coisas?
      Veja aqui.
      http://imbratisare.blogspot.com/2011/09/la-entrevista-al-general-mladic-que.html

      • Von diz:

        Mas eu estou-me a cagar para quem apoia quem. Comentei com um caso revoltante de radicalismo religioso. Sem me importar de quem apoia quem. Se os EUA apoiam por interesse próprio, fenómenos animalescos desta estirpe, mostram, como se sabe, a sua dose animal de ser.

  7. Esteves diz:

    Parabéns pelo post. Estava com receio que a ingenuidade, a cobardia e o cinismo fossem endémicos também aqui no 5 Dias. Felizmente, enganei-me

  8. l'outre diz:

    E a Síria? Ninguém quer saber da Síria? Ninguém se indigna com o governo Sírio? Ricos humanistas que me saíram …

    http://www.publico.pt/Mundo/pelo-menos-2600-mortos-durante-a-repressao-siria-avanca-onu_1511501

    • De diz:

      Um comentário néscio a sugerir outra coisa.A tal relatividade moral com que se tenta apagar os crimes hediondos apontando os holofotes para o lado.Sob a batuta atenta de outros,há sempre un l`autre para o trabalho?
      Parece que sim

  9. An Lage diz:

    A facharia esfrega as mãos.

  10. Rascunho diz:

    Mais duas perspectivas do passado que servem o presente:


    Um embuste chamado Oswald Le Winter

    O que Le Winter procurou fazer ao serviço da CIA com o seu “Desmantelar a América” mais não foi que “antecipar” o que já se sabia e, acima de tudo, evitar que as revelações fossem tornadas públicas por pessoas extra-CIA.

    Havia que distrair e suavizar, daí a razão de ser do “Desmantelar a América”. Pensem o que quiserem, e diga ele o que disser, mas se ele não servisse o que sempre serviu já teria sido eliminado há muito – são raríssimos os escorpiões que se matam quando se sentem feridos no orgulho, e ele nada precisa para refazer o orgulho.

    E há quem acredite na liberdade de expressão norte-americana – a liberdade por lá só mesmo na (a da) estátua.

    Sim, o objectivo do seu livro teve por princípio minimizar o eventual impacto que teriam as “revelações/acusações”. Nele, faz-me lembrar, por analogia, a nossa “Contra-Informação” que passa há anos na RTP, onde todos parecem coniventes com o que por lá se diz, mesmo que digam (dêem) o dito por não dito. Tal programa é uma forma de silenciar todos os que querem, com seriedade, visar as inconstitucionalidades e demais anomalias que assaltam o país. Parodiando sobre questões delicadas e pertinentes, amolecem os que poderiam realmente dizer com convicção o que vai mal. Fazem da censura, ou melhor, da falta dela, a sua arma. Tudo se admite. Tudo é dito com subtileza de forma a impossibilitar uma correcta consciência, por parte dos cidadãos, das atrocidades que se vão cometendo por todo o panorama nacional, e visa a incapacidade de uma argumentação verdadeiramente coerente e eficaz. A “Contra- Informação” é, portanto, mais um adesivo na boca. É uma oposição à oposição. É mais um dos inúmeros artifícios do poder. Afirmo isto, porque por várias vezes senti muitos dos gravíssimos problemas serem relegados por todo o meu subconsciente através dos bonecos que lá incrustados insistem e me fazem cócegas.

    Agora já podem imaginar a gravidade da contra-informação a nível mundial:

    “Desmantelar a América”? Só se for a do Sul.

    in jornal “A Capital” a 4 de Junho de 2002 – Luís F. Simões

    2ª “von”

    Taliban de camuflados

    1.Segundo notícias publicadas, as mulheres portuguesas não se podem queixar dos taliban. Isto porque o que por cá mais há são taliban, só que camuflados.

    Sim, por cá temo-los até de fato e gravata, exercendo posições de relevo, com a particularidade de terem a “decência” de não as obrigarem a usar burqa – para quê, se uma cara destapada até confere mais gozo a quem exerce agressão?

    Ao que consta, as mulheres portuguesas também são alvo de violações e demais agressões, só que em terreno privado, doméstico, nunca público. As burqas, por cá, são os domicílios, cujas paredes encobrem dos olhares as atrocidades e abafam dos ouvidos os sons.

    Só no Montijo, um sistema de apoio às mulheres registou, nos nove meses que prescreveram, 158 denúncias. Até arrepia pensarmos que tais denúncias correspondem, de certo, à ponta de um hediondo icebergue. Imagine-se a baixaria.
    Para quê falarmos da discriminação social, de que são vítimas, entre outras repressões?
    (…)
    in “O Público”, a 21/12/2001 Luís F. Simões

    Nota: até me colocava por aqui a rebater muitas das “opiniões”, e pontos-sem-vista, expressas mas, para além de já o ter feito no passado em contextos similares, estou cansado.
    (o propósito da iteração até deve ser esse. A massificação é tal, que a certa altura só nos resta desistir ou fazer como eles: repetir)

    Ainda assim
    “von”
    água por lá, vinho por cá…

    É evidente que em muitos desses países se encontram pessoas insatisfeitas, etc. É com naturalidade que “observo”, no seu interior, uma necessidade de mudança. Tudo isso é legitimo.
    O problema é a sede de mudança por parte de certas potencias ocidentais com os fins que todos sabemos – saquear e manipular, como sempre fizeram.
    E quantas vezes, no início de uma sublevação interna, terão pago a “mercenários/terroristas” para criar/iniciar um cenário de insatisfação e desestabilização, afim de justificar a tal “libertação”?
    Mas como é que ainda existem pessoas com a ingenuidade de acreditar que essas potencias querem libertar os tais povos “oprimidos”. Como, se eles nem interesse têm em libertar (internamente) da miséria os milhões de sem-abrigos a que submeteram e subjugaram com as suas políticas economicistas? Como, se eles se estão cagando – pior, até se riem da “tua” desgraça?

    Sim, a falta de respeito por esses povos “oprimidos” – juntamente com todo o seu oportunismo sem escrúpulos – por potências ditas “civilizadas”, é que me enoja.

    Vale uma metáfora: os tapetes, por cá, têm mais razão de ser à saída.

    • Von diz:

      Comparar violência doméstica com violência baseada na religião, é estranho e inconsequente. A violência doméstica, vil e revoltante, existe num contexto completamente diferente. E sabe como combatê-la? Cada um de nós, continuar um exemplo continuado de respeito pelas mulheres, ao ponto de reduzir essa manada de violentos ao um mínimo. E não tolerar um milímetro esse tipo de conduta, é outro começo. Não tolerar que um namorado adolescente o faça à sua namorada, desculpando a juventude ou até o contexto. Agora, comparar violência doméstica com violência baseada na religião, é ridículo.

  11. ComunistaComOrgulho diz:

    Caros bloguistas:

    Ontem fiz uma visita ao blog desse bandalho que dá pelo nome de António Barreto http://o-jacaranda.blogspot.com/2011/09/luz-brindisi-italia-1974.html e deixei lá a seguinte mensagem:

    “Doutor António Barreto: Além de o senhor ser um traidor de merda (traíu a esquerda), ainda tem a LATA NA CARA (já usou esta expressão para ofender outro político apenas por ele não pensar como o senhor) de querer outra constituição à moda do Salazar! Mas deixe… Cá se fazem cá se pagam! Por estes dias há-de haver um novo 25 de Abril (desta vez a sério, com Campo Pequeno e tudo) e você há-de estar entre aqueles que irão prestar contas ao povo!!”

    Hoje ao visitar o mesmo blog, a mensagem tinha desaparecido.

    Moral da história: Além do referido senhor ser um traidor de merda, provou também ser um cobarde de merda!

    Tenho dito.

  12. af diz:

    Parece haver na esquerda duas grandes correntes de pensamento sobre o 11 de Setembro de 2001: os que acreditam que foi um trabalho de “dentro” e os que pura e simplesmente se regozijaram com o sucedido. Este post grotesco parece querer cair para a primeira hipótese, embora a segunda não esteja totalmente descartada. Também há (na esquerda) quem acredite que foi uma tragédia, orquestrada por um islamo-fascista (Bin Laden), que se gabou publicamente do sucesso da sua operação (“matámos ainda mais inimigos do que pensávamos conseguir”). E assim se derrete hoje em esterco a superioridade moral da esquerda de antigamente (e longe vai o tempo das direitas mais burras do mundo, que hoje infelizmente parece ser ao contrário). É o social-fascismo mais burro do mundo em todo o seu repelente esplendor.

    • De diz:

      Este post grotesco derrete hoje em esterco os que nem sequer se dão ao trabalho de ler o que se publica ou o que se escreve.Aqui ou noutro lado qualquer
      As generalizações e as etiquetas denotam a presssa da calúnia e do gesto ternurento dos fatos feitos à medida dos factos.
      Não é o “social-fascismo” porque já se sabe de que a casa gasta quando fala em tal.
      É apenas um “af” “burro” em todo o seu repelente esplendor.

  13. De diz:

    Registei com franco interesse o vídeo.
    E parece-me curial colocar aqui algumas interrogações,preto no branco,de Jesse Richards, fundador da TVnewsLIESorg.
    (Estes dados foram obtidos de http://antreus.blogspot.com/2011/09/dez-anos-depois-do-11-de-setembro.html. Parece-me que merecem letra de forma.
    “Mais do que fixar cenários definitivos de uma conspiração, lança questões que consideram essenciais esclarecer, ultrapassando a falta de credibilidade das conclusões do relatório oficial revelada por todos quantos têm querido aprofundar as investigações.”Vejamos algumas destas questões:
    “1. Por que é que as agências de notícias informaram que a torre 7 do WTC desabou quase meia hora antes disso acontecer, mesmo que ela nessa altura não tivesse sido atingida por um avião, tendo apenas alguns andares em chamas, e não deram nenhuma indicação de que ele estava em perigo sério?( http://www.youtube.com/watch?v=C7SwOT29gbc)
    2. Porque é que ainda acreditam no conto dos 19 sequestradores quando tantos dos sequestradores acusados apareceram vivos nos dias seguintes? E por que temos de acreditar na fábula dos 19 sequestradores quando o FBI admitiu que não tem a certeza sobre a identidade do ou dos sequestradores ou se houve algum sequestrador em tudo isto? (http://whatreallyhappened.com/WRHARTICLES/hijackers.html)
    3. Por que é que a torre WTC 7 foi reconstruída, reaberta e reocupada sem a atenção da imprensa? Não seria essa uma importante vitória de perseverança americana a revelar? (http://tvnewslies.org/blog/?p=573)
    4. Por que é que as regras NORAD mudaram pela primeira vez, várias semanas antes de 11/09, tirando-lhe a responsabilidade / autoridade para abater indícios de sequestradores longe do comando militar NORAD para pela primeira vez na sua história, ela ser dada a um civil, Donald Rumsfeld?E depois voltou de novo para o controlo do NORAD no dia seguinte 11/09? (http://video.google.com/videoplay?docid=-895995587805019501#)
    5.Porque é que os sequestradores que planeavam atacar NY e Washington DC foram de carro da Florida, passaram tanto DC e NY, e conduzindo todo o caminho até ao Maine, lançaram esta enorme operação de um voo de ligação de Maine a Boston, onde nos é dito que eles sequestraram o avião? Por que é que eles não voaram para qualquer um dos aeroportos que são visíveis a partir de seus alvos, como Newark, La Guardia e JFK … ou até mesmo alguns dos aeroportos locais mais pequenos que lhes teria dado um caminho claro para o seu alvo fácil e permitido reduzir a quantidade de tempo que os sistemas de defesa aérea teriam para os interceptar?
    (http://tvnewslies.org/tvnl/index.php/editorial/jesse-richards-commentary/8120-the-dumbest-yet-most-widely-accepted-911-conspiracy-theory-exposed.html)
    6. Quem colocou as opções de venda sobre as companhias aéreas pouco antes do evento, como se soubessem que os preços das acções das companhias aéreas específicas iriam perder uma enorme quantidade do seu valor? (http://tvnewslies.org/html/9_11_-_all_the_proof_you_need.html)
    7. Por que é que os serviços secretos não revelaram pressa em colocar o presidente Bush em segurança,quando era evidente que o país estava sob ataque? Se o país estava a ser atingido, e eles não sabiam o alcance do ataque e sendo a localização do presidente conhecida, como é que eles não se preocuparam em ser atacados na Flórida? Como é que agiram como se não houvesse ameaça? E porque é que, quando os EUA estavam a ser vítimas de um ataque , não vimos o presidente Bush em acção? Se se diz que ele estava preocupado com a perturbação que podia causar às crianças, como é que não se inventou algo do género como a mãe do presidente estar ao telefone e que era preciso ir ver o que ela queria?O país foi supostamente atacado e ele / eles esperaram 20 minutos antes de se mudarem… (http://www.youtube.com/watch?v=w7qS5c3WRJk)
    8. Por que é que nunca o FBI incluiu Osama bin Laden nas listas dos procurados devido ao 11/09? Na verdade, sabemos hoje … porque eles admitiram que não tinham provas da sua ligação ao acontecimento. (http://www.fbi.gov/wanted/topten/usama-bin-laden)
    9. Por que é que o metal derretido fluiu sob os destroços do WTC durante meses? O combustível de avião não pode derreter metal, e é inexplicável ​​que pudesse derreter metal muito quente e mantê-lo o suficiente para permanecer derretido por tanto tempo
    (http://www.youtube.com/watch?v=cCdRA09pztM)
    10. Como é que um passaporte de um dos sequestradores derretido na enorme bola de fogo, acabou por cair na rua?
    11.Porque é que nenhuma das fotos das 80 câmaras confiscadas no pentágono foram divulgadas?
    (http://infowars.net/articles/may2006/170506Pentagon_videos.htm)
    12. Porque é que o avião que supostamente caiu em Shanksville se esfumou sem deixar vestígios de corpos, de bagagens, de metal, – nada! -o que aconteceu pela primeira vez na história da aviação? No entanto, somos informados de que, embora o avião em Shanksville se tenha vaporizado, foi encontrada uma nota escrita à mão de um dos sequestradores.
    (http://www.youtube.com/watch?v=aLJ7jEpmapQ)
    Mas muitas mais são as perguntas por responder como as que milhares de engenheiros e arquitectos dos EUA e de todo o mundo, a que me associei, têm feito.”
    http://911expertsspeakout.org/

Os comentários estão fechados.