À beira do fim?…

Quando vi esta imagem…

Só me lembrava desta.

A Tetrarquia ainda conseguiu adiar a coisa, mas o fim era inevitável…

Os velhos anciões de Kolh a Soares têm soado as trompetas do apocalipse, Delors foi apenas o último a fazer-se ouvir… Parece-me que com o início da GRANDE CRISE (que provávelmente deixará saudades da dos anos 30 do século XX) o futuro da União Europeia é o abismo. A manter-se será como um explícito IV Reich, como os fariseus (bem descritos aqui) cá da província reclamam. Mas duvido que os seus desejos sejam atentidos e a ser implementada, parece-me uma receita que irá assegurar explosivas Revoluções europeias (é sempre mais fácil uma revolução triunfar quando a questão da auto-determinação e do domínio estrangeiro está ao barulho).

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

4 respostas a À beira do fim?…

  1. Transcrição de excerto do seu texto, acima:
    Os velhos ansiões de Kolh a Soares

    Se as “previsões” (deveria dizer – talvez? – secretos desejos) estiverem tão certas como os “ansiões” (quereria dizer – certamente! – anciãos ou anciães), nada haverá a temer. Nem mesmo com recurso a Mateus 23…

    A grande questão, agora, é se publica este comentário ou não. Eu arriscaria dizer que não publica. Tenho razão?

  2. a anarca diz:

    Nada se perde tudo se transforma…
    sem medo e alguma esperança 🙂
    Basta despedir a merckel e o palerma do sarkozy… e outros que tais !

  3. De diz:

    E em Espanha:

  4. Horizonte XXI diz:

    A minha dúvida é: a crise financeira/económica conduz á solução de uma Europa de domínio Alemão e Françês ou o projecto Europeu da Alemanha (e França) requer uma crise finançeira/económica acentuada que menorize a importancia da perda de soberania de outros países?

Os comentários estão fechados.