Sem paz, nem honra, nem saudade. António Oliveira Salazar morreu há 41 anos.


Queriam festejar a data do seu nascimento mas o que nasceu foi uma geração que, mesmo sem o ter vivido, celebrará sempre a sua morte.

O João José Cardoso explica o resto.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

17 respostas a Sem paz, nem honra, nem saudade. António Oliveira Salazar morreu há 41 anos.

  1. Carlos Vidal diz:

    ‘Tás feito com a malta do “Blasfémias”.

  2. Esperemos que a terra o guarde bem e abra-se uma garrafita de champanhe!

  3. Pingback: Os 21 amigos de Breivik em Portugal têm 10.807 pessoas debaixo de mira? | cinco dias

  4. Frederico diz:

    Olhe que não, olhe que não…
    Salazar ganhou o concurso de «Maior Português de Sempre» ficando à frente de Cunhal 😉

  5. J P diz:

    Houve porrada de criar bicho no funeral do ditador. Basta consultar os arquivos da RTP. A manifestacao destes jovens – acerrimamente defensores da liberdade – em Coimbra, mais parece um concerto Rock daqueles em que a malta e’ livre de fazer tudo o que lhes da’ nas reais amplas liberdade.

  6. Lurdes diz:

    a silly season é tramada… até ataca aqui… agora transformam isto no canal memória… zzzzzzzzzz

  7. mário martins diz:

    Na altura bem se avisou que os oliveira pegavam de estaca.

    É preciso arrancar uma série deles que por aí andam,antes que seja tarde.

    Era um corteja lindo -a banda,o bandido e os bandalhos,a força pública e o público à força.

    Um abraço,
    mário

  8. Pingback: Missa por Salazar e o repúdio unânime da Assembleia da RepúblicaP | cinco dias

  9. Leitor Costumeiro diz:

    Teenager e já andavas doidinho pra ir ao focinho daquele merdas da direita “democrática?!?!?”…

  10. armandi diz:

    Ei companheiros!
    Tenho uma máxima, e que é “A história não é bem como nos contaram….”
    Assim, caso no tempo de Salazar o nosso país fosse um regime fascista, o normal era manter-se ao lado dos fascistas (seriam os Alemães e Italianos…)não sei bem porquê porque ambos os regimes foram eleitos democraticamente…Mas o nosso governo não os apoiou…
    Mas mais…o Governo Português negociou com os EUA o empréstimo da base das Lages, nos Açõres, que era imprescindível para combater a Alemanha! Surprendidos??? Mais, o tacanho ditador…Exigiu contra partidas para esta cedência…concretamente, armamento, uma vez que temia ser atacado pela Alemanha (ou seja, o suposto aliado….).
    A base foi cedida e o armamento fornecido a Portugal.
    Não julgam que há algo que não bate certo com a “estória” que vos contaram???
    Perguntem e investiguem!!!Deixem de acreditar cegamente em tudo que vos chega!
    Já perguntaram de onde vem a informação que vos chega?
    Já perguntaram que, nunca foi encontrado responsável pela morte de JFK, Bobby Keneddy, Sá carneiro, Aldo Moro, Samora Machel, Oloff PalM, Martin Luther King, etc. etc. E se o crime perfeito não existe como o foram estes?? e já passaram tantos anos depois dos seus assassinatos e não encontraram responsáveis, não obstante serem importantíssimas personagens????
    Vale a pena pensar nisto….

Os comentários estão fechados.