Música para os tempos que correm – IV

Acho que nem os fãs da Teresa Stratas terão nada a objectar.

(Ok, “Youkali” só leva um “l”, e o câmara não é nenhum Brastemp, e o som também não é grande espingarda – e não, não sei o que deu à Shara Worden para aparecer vestida de Roberto Carlos. Mas tirando isso.)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 Responses to Música para os tempos que correm – IV

  1. João Lisboa says:

    “o câmara não é nenhum Brastemp”

    Beeeeem, Morgada, esse domínio dos coloquialismos brasileiros deixou-me boquiaberto!…

  2. ricardosantos says:

    isto que eu vou perguntar não tem nada a ver com o que vou perguntar mas como houve tanta publicidade neste blog serão capazes de me dizer onde está a geração a rasca ou será que já deram com a casa de banho?.

  3. ricardosantos says:

    é claro que eu não tenho revisor e saiu em duplicado as minhas desculpas.

Comments are closed.