O Mau-mau de Faro

País do caraças. Parece que agora, em Faro, anda um velho de 83 anos armado de kalashnikov, à frente de um bando que achou graça ao nome de Mau-maus, a aterrorizar a população… Diz a PJ, que criou uma brigada especial só para o fazer voltar para a prisão de onde fugiu, que o homem é perigosíssimo; diz que roubava tijolos e mais materiais de construção para fazer prédios e vendê-los… mais um esperto… só que este é pior que os outros, tem uma kalashnikov nas mãos e a loucura dos 80… Mas a mim já nada me espanta, porque o país está cheio de gajos assim, feios, porcos e maus, que são uma mistura de miséria, selvageria e maldade pura: há uns tempos havia o “gang do alumínio”, uns cara que roubavam painéis de sinalização das estradas para refundir o alumínio, usavam uma Ford Transit e atacavam nas estradas do país inteiro ao nascer do dia, a GNR andou meses até conseguir agarrá-los e dar-lhes com o alumínio na cabeça; depois eram uns meus que roubavam tampas de esgotos no concelho de Sintra também para as vender no ferro-velho, as tampas pesavam toneladas e custavam alguns 100 euros cada uma e eles vendiam-nas aí por 5 para serem revendidas por 10, de tal maneira que a Câmara passou a comprar as suas próprias tampas, roubadas, no ferro-velho, até porque os buracos destapados eram um perigo, parece que houve crianças e ceguinhos que caíram lá dentro; e no outro dia, estava eu no Porto, li num jornal lá do sítio que tinha havido um incêndio num descampado em Matosinhos, mesmo ao lado de um bairro social, que foi um perigo do caraças, e tinha sido causado por uns gajos que estavam a derreter cobre, gamado nos cabos da EdP e da CP… É preciso um novo trovador, que cante esta merda toda.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

22 respostas a O Mau-mau de Faro

  1. mesquita alves diz:

    Bom dia,

    ” …noutro dia, li num jornal lá do sítio….”
    O António virou alfacinha, centralista e liberal?
    Isto está bonito…

  2. Morgada de V. diz:

    Grand’Oeil-sur-mer nunca desilude.

  3. LAM diz:

    Tempos modernos em que sous les pavés não está mais la plage, antes uns cabos de cobre.

  4. ana cristina leonardo diz:

    Atão não era de Olhão? Fiquei desapontada

  5. a anarca diz:

    Num país em que a policia compra algemas nas lojas dos chineses
    utilizar a kalashnikov como imagem é armar-se ao fino …
    Afinal não passa de um pobre bandido de 83 anos 🙂
    Enquanto uns tantos porcos feios e maus (a sério) não forem parar ao exemplar xilindró
    não nos admiremos com furtos de expediente …

  6. l.rodrigues diz:

    Se vai ser um trovador, dado o traço comum, que seja uma banda de Metal.

  7. josejose diz:

    … e atão o crocodilo de abrantes ? …olha se a crocodila aparece por estes lados e têm a desgraçada ideia de crocodalizarem !

  8. xana diz:

    Penso q o criminoso seja de Olhão e a brigada especial da PJ de Faro, penso q ainda nao temos PJ em Olhão, bem sei q é o algarve, mas ainda nao é o allgarve 🙂

  9. susana diz:

    há tempos um jornal local chamado ‘a boa nova’ dava conta da solução de um autarca para evitar futuros roubos de peças de cobre por uns bandidos que já tinham levado o selo dos tonéis, causando a perda de quase toda a produção de vinho da cooperativa. propunha, então, que se minassem os terrenos circundantes, seria uma solução tiro-e-queda.

  10. faff diz:

    E dos porcos feios e maus – eticamente miseráveis e selvagens a valer – do BPN e afins, já se sabe de alguma acção da PJ para os “engavetar”?

  11. Filho d´Ólhão diz:

    Ele não foi preso por roubar materiais de construção. Este manguelas tinha uma padaria em Olhão, com os filhos iam a padarias em locais isolados à noite roubavam as máquinas, sob a ameaça de armas. Assim conseguiram montar a melhor padaria do Algarve.
    Demorou anos a serem apanhados. Os mau maus eram mais conhecidos que o corvo do chocalho, espalharam o terror de um extremo ao outro do Algarve. Toda a gente sabia o que eles eram, menos as autoridades. Autêntico.

  12. Filho d´Ólhão diz:

    Até a miséria também é autêntica, mas incomoda pouca gente que quer parecer-se de “bem”. Vá lá mas não se engane, não se enfie por o Real Marina dentro. Pergunte ao Carica e outros pescadores como vivem.

    Nas sete quintas sentem-se aqueles que se estão borrifando para os problemas alheios.

  13. Artur diz:

    Olha o sr. Antonio Batista conhecido por mau mau nao era o que muita gente
    diz por ai ele era um santo comparado a esses gajos da politica este homem padeiro
    trabalhador com amor pelo pobre e necisitado ajudava a muitas familias dava comida,
    a toda a gente que vinha a padaria dele que estavao cheios de fome e muita gente pedia
    dinheiro a ele para pagar no dia de sao nunca a tarde e ele coitado nunca negava dava e dava
    tudo para ajudar o proximo ,ele era tao bom que a policia da terra dele o viu depois de ele vir de precaria e nao lhe predeu . portanto deixem o homen em paz vamos apagar este nome de mau mau e por o que ele realmente e Robin Hood…

Os comentários estão fechados.