Última hora: Foi encontrada uma divergência política no jugular

“o harakiri do bloco“, f.

“Este discurso dos independentes que parecem ungidos de uma superioridade divina agasta-me muito
“, Shyznogud

P.S. – Mea culpa, afinal o segundo post era sobre F.Nobre…

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a Última hora: Foi encontrada uma divergência política no jugular

  1. TomCat diz:

    Curioso. Fico com a mesma sensação sempre que leio os textos das feministas (independentes) da jugular.

  2. Carlos Vidal diz:

    Pois, porque Tavares é homem da casa jugulenta, como todos sabem.
    Companheiro, amigo. Intocável.
    O Nobre, apesar de monárquico, não deve vestir Prada. A Câncio veta-o. A beta de Vila Franca não brinca.

  3. Sara diz:

    Prada é para jogador de futebol, Carlos Vidal. Não fira desnecessariamente os carroceiros que se emanciparam na eterna luta de classes. Não lhe fica bem. Daqui a pouco, o Sr e o António Figueira serão linchados na praça publica: um por beber chá com scones e ler bizarrias burguesas como Beckett e Wilde e o outro, o Sr, por falar em Prada e exibir alguma propensão para o snobismo intelectual. Tenha cuidado.

    • Carlos Vidal diz:

      Sou todo ouvidos.

    • António Figueira diz:

      Que conversa é esta?
      Beckett e Wilde estão na 2ª B das minhas preferências literárias.
      V. está um bocadinho confundida, mas eu desculpo-a (como conheço uma pessoa chamada Sara Nogueira, de quem gosto, passei a gostar de todas as Saras Nogueiras, até das açoreanas).

Os comentários estão fechados.