Estratégia, incompetência ou sectarismo?

Se os indignados marcaram uma manifestação internacional para dia 19 de Junho, que em Portugal tem encontro marcado em frente ao Cinema São Jorge, às 16h, porque esperou a Confederação Europeia de Sindicatos (CES) para marcar uma manifestação europeia para o dia 21, dois dias depois? Eu até gosto de manifestações e tendo a achar que quantas mais, melhor, mas um protesto europeu não deveria ser marcado ao fim-de-semana para que as suas fronteiras não fossem apenas as do mundo sindical? Porquê evitar o mesmo dia dos indignados, cuja maioria até são trabalhadores, e transformar esse dia de protesto no mais significativo momento da resistência nos últimos anos?

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

16 respostas a Estratégia, incompetência ou sectarismo?

  1. Rocha diz:

    Uma primeira observação apenas: a CES é uma confederação europeia amarela ao contrário da CGTP (cuja participação desta última neste tipo de entidades eu desaprovo totalmente).

    Quanto ao atraso de dois dias da tal manif, também me parece despropositado. Mas de amarelos eu espero tudo.

  2. Susana diz:

    Sigam a linha da manifestação do 12 de Março. Não dividam as pessoas da esquerda e da direita, sabem bem que há coisas que todos concordam. Todos são contra a corrupção, todos se revoltam com os níveis que o desemprego estão a atingir, todos querem acabar com a pobreza, todos se revoltam com o estado da nossa justiça. Mas cada um acredita em caminhos diferentes para alcançar essas mesmas metas. O pessoal desses sindicatos não traz ideias. Vocês, jovens, podem trazer ideias diferentes. Não façam desta luta um protesto por protesto. O 12 de Março dizia que sabíamos que éramos parte do problema e queríamos ser parte da solução. Então? Não queiram tornar-se em mais um sindicato. Vejam o problema de um funcionário, de um empreendedor, de um independente. Vejam o problema da perspectiva de todos e tragam ideias que possam agradar a todos, que façam a nossa economia crescer, porque não tenham dúvidas que a base dos nossos problemas está no crescimento da nossa economia e na revisão da nossa justiça.

    • Omega-3 diz:

      ‘Todos são contra a corrupção’,então pq votaram nos CORRUPTOS,mylady?A senhora é a Rosa Luxemburgo?Já vi q não é!E crescimento é o problema?Cada tiro acerta sempre no pé,até paerece o criminoso do passos coelho,julgado e sentenciado,1º(?) ministro de portugal dos pequeninos,como a senhora q se deve ter fartado de votar no xor doutor.Oiça,na direita é q está bem e,fique por lá .Já agora leve a ex-ministra do trabalho qq coisa andré-só estorvam!

      É ‘engraçado’messa boca dos sindicatos e,os patrões não tem o seus sindicatos e partidos?Pq uma manifestação não afeta a sindicatos-eu estive na de 12 de março e NUNCA MAIS VOU A QQ COISA COMO AQUELA.Viu-se oresultado…..

      • João Calvão diz:

        Quando não se sabe discutir com respeito e com argumentos de jeito… Acaba-se a falar sozinho… Continua assim com as palas de que “a esquerda é dos bons e a direita é dos maus”…

      • João Calvão diz:

        Se achas que ser patrão é ser rico, então faz o favor… Sê empreendedor!
        Vê-se logo que não conheces a realidade das micro, pequenas e médias empresas neste momento no nosso país.
        Querem combater o desemprego, tomando os independentes e as empresas como inimigos?
        Por isso é que esta esquerda nunca poderia governar, seria um autêntico desastre… Aliás foi um partido da esquerda que nos levou à bancarrota, com a conversa constante de que não era preciso conter a despesa…

        • Garrett diz:

          Um partido de esquerda??? Qual???

          O sr. deve estar no blog errado… é que não me lembro de ver um partido de esquerda a governar este país…

          Mais, a esquerda defende os pequenos e médios empresários, que infelizmente ‘pertencem’ a caciques do século XXI, que agora já não são barões mas são belmiros e afins, e que acabam a votar no ‘dono’ em vez de lerem as propostas da esquerda e perceberem que com essas, se desenvolveriam e até teriam maiores lucros…

          Passar bem (procure ‘jugular’ no google e vá escrever o que escreveu aqui num blog de direita e que acha que é de esquerda!

    • Omega-3 diz:

      Enquanto esfrega em honra do africanista pode ler o seu curriculum de xuxesso aqui,dona susana http://verdadeirolapisazul.blogspot.com/

      Pois,samos todos contra a CORRUPÇÃO,por isso é q o xor doutor Dias Loureiro andavva a assessorar o,africano….vá dar banho ao cão e comentar para outrolado

    • Rui Dinis diz:

      Essa ideia de não dividir Esquerda e Direita é bastante caricata. As visões e opções diferentes dos dois lados são o que as dividem de partida. Sabemos que temos coisas em comum… de facto em comum temos o mundo que observamos.
      E já agora: o problema não está no crescimento da economia. É-nos dito diariamente que para resolvermos a(s) nossa(s) crise(s) temos que colocar a economia em crescimento… a verdade é que a economia tem que crescer sobretudo para que seja possível pagar os juros dos empréstimos que nos foram fazendo. Bem como os impostos que pagamos. Se somos hoje muito mais ricos que há 50 anos, julgo não haver grandes dúvidas, a questão não seria a de crescer mais mas sim a de dividir a riqueza de forma mais justa. Não me parece que seja para lá que caminhamos… infelizmente.

    • Nuno diz:

      Simples caro Renato…

      porque o 12 de março é desta gente aqui acima e a luta é nossa!

      • Nuno diz:

        Desta gente, bem entendido, da susana, que acha que “cada um acredita em caminhos diferentes para alcançar essas mesmas metas”…

        Recorda-se do manifesto do 12 de Março?:
        – “Nós, que até agora compactuámos com esta condição (…)”.

        Pois! O que é estranho é o Renato ainda acreditar em líricos, que como na canção “acabam todos a fugir para o estrangeiro”!

        Vamos antes às lutas verdadeiras companheiro!

        • Susana diz:

          “desta gente”?
          Ninguém está a dizer para não lutarem…

          • Garrett diz:

            (peço desculpa se foi a linguagem que a ofendeu susana)

            Eu também não digo que os de 12 de Março não lutem – simplesmente não estamos a falar da mesma luta! É que entenda, que a esquerda que é mesmo esquerda estará solidária com essa luta, mas “não compactuou com nada”… aliás duas lutas diferentes não se anulam só porque sim…

  3. Hamílcar Barca diz:

    Complicado, complicado…. Mas é padrão, se considerares o 12 Março e o 19 Março de 2011 na mesma Avenida, na mesma cidade, mas sem Porto! Basta memória, caro amigo, memória! São os maus alunos de Lénin ou agents provocateur, é simples. Fazem à acção unitária o que o MRPP lhes faz à foice e amartelo.
    Pim!

  4. Pedro Lérias diz:

    Deixa ver se eu percebo: os indignados recusam-se a consultar seja quem for, em filiar-se seja no que for, são isso mesmo, orfãos indignados. Mas depois revoltam-se por não serem consultados ou reconhecidos? Seria cómico se não fosse trágico.

Os comentários estão fechados.