mas encha-se de justiça o fosso e erga-se a liberdade ao meio 4.0

Artigo 61.º

(Iniciativa privada, cooperativa e autogestionária)

1. A iniciativa económica privada exerce-se livremente nos quadros definidos pela Constituição e pela lei e tendo em conta o interesse geral.

2. A todos é reconhecido o direito à livre constituição de cooperativas, desde que observados os princípios cooperativos.

3. As cooperativas desenvolvem livremente as suas actividades no quadro da lei e podem agrupar-se em uniões, federações e confederações e em outras formas de organização legalmente previstas.

4. A lei estabelece as especificidades organizativas das cooperativas com participação pública.

5. É reconhecido o direito de autogestão, nos termos da lei.

Constituição da República Portuguesa, Parte I Direitos e deveres fundamentais,

7.ª revisão constitucional, 2005

Sobre Sassmine

evil fingering.
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

2 respostas a mas encha-se de justiça o fosso e erga-se a liberdade ao meio 4.0

  1. joão viegas diz:

    Ola,

    Este exercicio é mesmo giro. O primeiro paragrafo é genial. Se procurassemos dar um sentido juridicamente rigoroso a todas as suas palavras, seriamos provavelmente obrigados a formular com método e de maneira fértil mais de 90 % dos problemas de economia politica (expressão hibrida) que se colocam nas sociedades industriais modernas.

    Carência evidente e persistente dos juristas nesta importante matéria. Por não dedicarem, na sua grande maioria, mais do que dois segundos a reflectir sobre o sentido das palavras que utilizam quotidianamente.

    Boas

Os comentários estão fechados.