Voto útil – CDU ou Bloco de Esquerda

Nunca, como antes, as diferenças entre PSD, PS e CDS foram tão diminutas. É certo que isso ficou claro nos últimos 6 anos, enquanto Sócrates foi desbaratando o pouco socialismo que restava do PS, e que, por sua vez, o PSD caminhou ainda mais para a direita, com a entrada de Passos Coelho e a defesa de um liberalismo (ainda mais) selvagem. Contudo, no estado actual das coisas, com a “ajuda” do FMI e as medidas consequentes, já se viu que a subserviência em relação ao exterior será quase total, enquanto o país caminhará alegremente para a bancarrota. Pelo que poucas serão as diferenças entre uma governação PS/PSD, PS/CDS, PSD/CDS ou PS/PSD/CDS.

Assim sendo, para quem se considera de esquerda e não se identifica com esta perspectiva fatalista das coisas, urge mais do que nunca fazer um apelo ao voto útil no próximo 5 de Junho. O caminho de ignorar o voto nestas eleições, da abstenção ou até do voto em branco (que não tem, infelizmente, um valor efectivo) acaba por ser uma opção sectária, de não intervenção numa fase decisiva do rumo português. Neste contexto, não tendo havido uma unidade pré-eleitoral, urge contribuir para reforçar a votação das únicas forças que se manifestaram contra este engodo que, depois da Grécia e da Irlanda, atingiu Portugal. Das únicas forças efectivamente de esquerda com representação parlamentar, mesmo que isso nos custe, que implique esquecer algumas divergências ideológicas e  que tenhamos discordado de algumas das suas posições nos últimos anos. Assim sendo, a 5 de Junho, é urgente que um idealismo de esquerda considere um voto útil, com duas vias possíveis: CDU ou Bloco de Esquerda

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

20 Responses to Voto útil – CDU ou Bloco de Esquerda

  1. Carlos Sousa diz:

    Deve ser por causa desse enigma que a acampada do rossio dedicou o dia 4 para reflexão…

  2. Chalana diz:

    Desculpa lá interromper a unanimidade “politicamente correcta”, mas o Bloco de esquerda, uma vezes é a favor do fmi e outras é contra, portanto…

    http://anti-trollurbano.blogspot.com/2011/06/mais-facilmente-se-apanha-um-mentiroso.html

    • CausasPerdidas diz:

      O link está errado.

    • João diz:

      Você é um mentiroso compulsivo. Que minta na latrina que é o seu blog, vá que não vá, mas exima-se de vir defecar em público.

    • Antonino da Silva diz:

      sim sim. o bloco é a favor do fmi e o papa faz apologia da marijuana.

    • Antonino da Silva diz:

      ja agora o pcp a fazer o minuto de silencio para os fascistas, n vais pôr?
      olha la a cdu a segurar a velinha de um fascista para n chocar os amigos cds, ps e psd do plenario.
      faz aí uma pesquisa no youtube conego melo e vais ver o pcp sem saber o que fazer.

  3. Diogo diz:

    É pena que os dois partidos – BE e PCP – não se coliguem nesta oportunidade única de obter um resultado histórico.

  4. Filipe G. diz:

    Votar na CDU ou no BE não é a mesma coisa.
    Basta prestar atenção a diversas intervenções politicas recentes(FMI na Grécia, Manuel Alegre, Moçao de censura etc…) e facilmente se entende as diferenças substantivas. Além da natural diferença de classe entre o PCP e o BE.
    Quem insiste em apelar ao voto “num ou noutro” apenas contribui para a mistificação e para a trampolinice ideologia/politica que diariamente é servida às massas na comunicação social.

    Se entender que sim, assuma que vota BE. Isso é lá consigo, estou-me nas tintas… Mas não mistifique.

  5. Joka Silva diz:

    LOLOLOLOLOL! Que boa gargalhada para este final dia! “Voto útil – CDU ou Bloco de Esquerda”!!!!!!! Queres desperdiçar o teu voto???? Vota nesses grunhos!!!!!

    • João Torgal diz:

      Pois, Joka Silva… porque útil, útil é votar no PS, no PSD ou no CDS, não é? Ou melhor ainda, numa coligação PS/PSD/CDS (com direito a tachos para todos)? Ou ainda melhor, proibindo os outros partidos de concorrer. Assim então era ideal, não era Joka Silva?

  6. closer diz:

    Depois de ler o blog deste chalana através do link que para ali remetia, uma conclusão óbvia se impõe: um nojo. A própria forma como ele trata o BE chamando-lhe Bes, faz recordar outros tempos, igualmente pouco edificantes, em que do outro lado se chamava social-fascista ao PCP. Pensei que estes cromos já não existiam

    • miguel serras pereira diz:

      Toda a razão, camarada Closer. Noutros casos, o BE não é BES, mas Bloco de Elástico, etc. Ao mesmo tempo que se fulmina quem se atreva, ainda que nos termos mais civilizados, a pôr em causa as concepções políticas e organizativas do PCP.
      Também eu, que já mexia nesse tempo, me lembrei dos que falavam nos comícios e comunicados do “traiçoeiro partido de Cunhal”, de “social-fascismo”, de “partido vende-pátrias de Cunhal”, e por aí fora.
      Por isso, do meu ponto de vista, apesar dos muitos vícios que tenho denunciado no BE, é no BE o “voto útil” de quem quer:
      votar contra o medo,
      votar contra as relações de poder dominantes,
      votar para alargar as ocasiões de sermos nós a votar e decidir em vista de sermos nós a governar – elegendo, em sendo caso disso, delegados vinculados pelo mandato que recebem, em vez de representantes irresponsáveis que nos excluem do poder e não são responsáveis ,
      votar contra a exclusão dos direitos de cidadania que se abate sobre as condições em que trabalhamos e participamos no funcionamento da economia,
      votar pela continuação da luta pela “verdadeira democracia já”.

      Saudações democráticas

      msp

    • CausasPerdidas diz:

      Aquilo era um blogue?!

  7. NIC diz:

    Não sei se concordas com tudo aquilo que estamos a defender, mas deste-nos voz. Com ou sem intenção, agradecemos-te por isso.
    Com muita pena nossa, e sem razão aparente dado o período em que vivemos, não houve um acordo pré-eleitoral. A nossa esquerda tem essa culpa.
    Agora, digam o que disserem, o bloco e a cdu não podem ser criticados por colaborar com toda a porcaria que tem vindo a lume, nem com dezenas de anos de má governação, de tachos, de mentiras, de vassalagem a uma europa que mexe nos nossos governantes como marionetas e não nos traz nada de bom. A esquerda portuguesa não tem culpa que andemos a pagar a dívida privada, nem teve mão neste acordo que todos sabemos que vai ser agravado e que não vai solucionar nada. Temos exemplos práticos! Isto custará a entender? Nem que seja apenas porque estamos conscientes destes e de tantos outros factos, devemos votar nestes dois partidos.
    Núcleo de Intervenção Cívica

  8. jose diz:

    Choro é o que este voto útil me mostra, anda a perder qualidade aqui o sítio, parece que qualquer um pode postar é como comentar qualquer um pode, enfim enfim. Voto útil é na abstenção isso sim e não me venham com tretas de deixar decidir pelos outros, os 3 como o senhor refere são um antro de corrupção e compadrio, os do voto útil são pior que isso. Tenham juízo não estamos em tempos de fascismos ou comunismo ou trotskismo. A sociedade futura meu camarada está-se a a borrifar para direitas ou esquerdas, isso foi uma grande invenção; se bem que a esquerda sempre se achou moralmente superior e eu sei porquê. bem hajam camaradas e continuem nos vossos jogos rascas de política. Quando uma pessoa é inteligente não precisa de clubismos, ela é inteligente e pronto, não é cega, evolui-se lêem-se outras coisas 🙂

  9. Pingback: Voto útil – Pense bem nisto « Backup T II

  10. Joao Pereira diz:

    Para que serve votar num dos partidos de extrema esquerda se eles apenas estão interessados nas subvenções vitalícias ?
    Veja-se como o PCP tem uma bancada assaz jovem, a que pode garantir subvenções durante maior número de anos… cada cadeira, ao longo do tempo, dá para 4 deputados reformados financiadores do PCP… já estamos a pagar, não a 230 deputados, mas quase a 700, contando com as subvenções… e o rol vai aumentar… mais 4 Presidentes da República… fica mais barata a Casa Real espanhola que o Palácio de Belém… e só não são mais porque todos fizeram 2 mandatos seguidos…
    CONCLUSÃO: eu não votarei NUNCA em quem somente quer MAMAR na democracia, à moda portuguesa !!!

Os comentários estão fechados.