O Jornal de Notícias parece um jornal de apoiantes de Sócrates

Na edição de 27 de Maio do JN, aparecia na capa uma notícia com o título “Coentrão dá nega a Sócrates”. Durante a tarde de 27 de Maio, quem acedesse ao site do JN encontrava uma página em branco e hoje dá a seguinte mensagem “Lamentamos, mas ocorreu um erro que nos impossibilita de mostrar a página pretendida“, redirecionando para a página principal do jornal. Para azar do JN, a Bola referiu-se à notícia, sem a apagar (nota a Joana Lopes).
Curiosamente, no dia seguinte, tudo muda no JN. Fábio Coentrão diz ter sido contactado pelo Presidente da Câmara de Vila do Conde, e a sua presença faz a capa do JN. “O padrinho”, diz Coentrão, tê-lo-á convencido.
Entretanto, segundo o DN, o JN anunciava para hoje o pequeno almoço do primeiro ministro candidato com Siza Vieira (apoiante da CDU), Alcino Soutinho e Eduardo Souto Moura (em notícia que, certamente por azelhice minha não encontro). Os dois primeiros, ao perceberem o abraço de urso rapidamente declinaram o convite (em notícia que o JN não publica), sendo que o terceiro declara o cancelamento do acontecimento.

http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=1863778&especial=Revistas%20de%20Imprensa&seccao=TV%20e%20MEDIA
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 respostas a O Jornal de Notícias parece um jornal de apoiantes de Sócrates

  1. Miguel Lopes diz:

    Em cache só ficou o título. Isto Será a versão impressa?

  2. Joana diz:

    Todos os jornais têm tido comportamentos que roçam a esquizofrenia. O Público deste domingo dava um destaque à grandiosa recepção de PPC em Braga (onde vivo e onde estava no sábado) e durante as duas páginas de lirismo da jornalista Natália Faria sobre a magnífica confusão que a arruada do PSD criou (em concorrência directa com o megalómano comício do PS, também no centro) nunca menciona que decorria na cidade de Braga uma feira romana (tipo as medievais que se vêm pelo país fora, mas com temática romana), o que por si só, estreitou as já estreitas ruas do centro antigo e trouxe milhares de visitantes e participantes à rua. Pequeno pormenor que não mereceu o destaque que teve o código de vestimenta da comitiva PSD ou outros pormenores…

Os comentários estão fechados.