agora mas sempre radicalmente e apesar de tudo, esta:

O título deste post é, naturalmente, dedicado à Sassmine. também porque a série do sábio não podia terminar de outra maneira.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a agora mas sempre radicalmente e apesar de tudo, esta:

  1. Sassmine diz:

    não podia, de facto. viemos de longe. nem foi no 12 de Março, mas muito, muito antes, que começámos.

Os comentários estão fechados.