Julgamentos de feitiçaria, hegemonias locais e relativismos

É capaz de ter piada para quem goste de cenas exóticas e de africanices. O que, por si só, é uma muito respeitável motivação para ler.

Para mim, representa um pouco mais que isso, quer em termos pessoais quer por se tratar da área em que, provavelmente, o trabalho das ciências sociais pode ter maior visibilidade e (com todas as boas vontades) maiores efeitos perversos e negativos em Moçambique.

Falo de um artigo no Buala, um site que muito prezo, acerca de julgamentos de feitiçaria e de como as “pluralidades jurídicas” e as aplicações acríticas do relativismo cultural aos direitos das pessoas acabam por reforçar e legitimar as desigualdades e hegemonias locais, reproduzindo violentos mecanismos de dominação.

Tough stuff, portanto… Ouço as facas a afiarem-se.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

Uma resposta a Julgamentos de feitiçaria, hegemonias locais e relativismos

  1. joão viegas diz:

    Ola,

    Assunto muito interessante do meu ponto de vista (de jurista). Ja imprimi. Vou ler com tempo. Calhando, depois digo qualquer coisa.

    Para ja apenas que isso é que é o tipo de serviço publico que procuro num blogue. Obrigado.

Os comentários estão fechados.