Como passar um cheque em branco ao FMI?

http://i120.photobucket.com/albums/o171/desportugal_album/Desportugal/cheerleaders_benfica_desportugal.jpg

Ainda não se conhece na íntegra (ou reconhece) a bestialidade das medidas neoliberais que o FMI e a UE querem experimentar com os portugueses. A sua análise fica para mais tarde, por agora, fiquemos pelos anúncios.
Ontem, Sócrates (com Teixeira dos Santos amuado) e Catroga, deram um espectáculo indecoroso no intervalo do Barcelona-Real Madrid. Qual cheerleaders de campanha vieram agitar o seu pom-pom e mostrar a perna pelo acordo que cada um diz ter negociado, declarando tudo o que não ia acontecer – sendo que ficou a dúvida sobre se o PSD teria conhecimento do documento que afirmava apoiar.
José Sócrates construiu um discurso em torno da necessidade de sossegar os portugueses perante os títulos, que pensa serem exagerados, sobre as penas a que o FMI nos condenará. Na sequência desta declaração seria muito interessante que fosse revelado quantos destes títulos terão tido origem no gabinete do primeiro ministro e dos seus ministros. Por outro lado, Catroga, construiu o discurso em torno do fantástico contributo que o PSD deu para o aperto. Ficou claro que o PSD não se contenta com o papel de carrasco do FMI. Também quer ser o seu hooligan mais activo.
Se dúvida houvesse, está à vista de todos que as alternativas aos cortes, aos PEC’s, à precariedade, aos baixos salários ou ao FMI não passa por PS nem PSD. Qualquer voto na troika PS/PSD/CDS é como um cheque em branco à ordem do FMI.

Publicado em estéreo.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 respostas a Como passar um cheque em branco ao FMI?

  1. mesquita alves diz:

    Vocês não sabem o que se passa, e o que se passa, passa-vos ao lado, porque não quizeram estar ao lado dos trabalhadores, para fazer valer a sua opinião.
    O resto, são lendas e narrativas…

  2. Leitor Costumeiro diz:

    O Teixeira dos Santos ontem parecia a mulher do Passos Coelho.
    Este será o acordo vigente até, dois dias depois da tomada de posse do novo governo. Quantos pacotes já viu a Grécia? Ainda é mais vergonhoso, haver a possibilidade de Sócrates ter negociado pacotes às pingas para ser reeleito…

Os comentários estão fechados.