“The words that make Murder. What if I take my problem to the United Nations?” a ironia duma génia.

“I’ve seen and done things I want to forget; I’ve seen a corporal whose nerves were shot
Climbing behind the fierce, gone sun, I’ve seen flies swarming everyone, Soldiers fell like lumps of meat.
These are the words, the words are these. death lingering, stunk, Flies swarming everyone,
Over the whole summit peak, Flesh quivering in the heat.
This was something else again. I fear it cannot be explained.
The words that make
Murder.
What if I take my problem to the United Nations?”
PJ Harvey

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

2 respostas a “The words that make Murder. What if I take my problem to the United Nations?” a ironia duma génia.

  1. COISAS DE MELÓMANO

    Ainda estamos em Abril, mas há albuns que começam a fervilhar nos nossos ouvidos com ansiedade suficiente pelo final do ano e ver os milhares de balanços sobre o que marcou 2011.
    Neste momento, eis os meus três favoritos até ao momento (PJ Harvey também estaria se fosse um top 10).

    Anna Calvi «Anna Calvi» (NINGUÉM ME ARRANJA UM JANTAR COM ELA?)
    Nicolas Jaar «Space is Only Noise»
    The Smiles and Frowns «The Smiles and Frowns»

    Boas audições!

    …E para quem gosta de música e gosta de estar por dentro do que mais excitante anda por aí (e este “anda por aí” não significa que esta seja a banda sonora preferida de Santana Lopes….lololo), a não perder o melhor festival da Península Ibérica e um dos melhores do mundo. Já no final de Maio.
    Vejam o cartaz aqui:
    http://www.primaverasound.com/ps/?page=cartel&lang=ca

    Muito à frente!

    Por ogajoadoranortenhas@nullgmail.com

  2. Yer Baeza diz:

    Obrigado por esta blogs. Ele está muito bem concebido e eu adoro o conteúdo. Muito bom!

Os comentários estão fechados.