Abril é o futuro

25 de Abril pode ser celebração e homenagem, sempre memória. Pode ser em casa e na rua, melhor na rua. Se servir para dizer que estamos aqui e que só vamos para onde queremos ir, é luta. Que seja revolução.

(Amanhã, venham cantar a terra da fraternidade à Av. dos Aliados e tragam as irmãs.)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 Responses to Abril é o futuro

  1. LAM diz:

    É incrível como a comissão das comemorações no Porto do 25 de Abril parece que se esforça, ano após ano, por afastar cada vez mais a juventude das comemorações. E havia tantos grupos que poderiam ser contactados, por preços quase simbólicos, para animar a festa e atrair mais público. Não dá para ver, na imagem disponibilizada, se a organização é mais uma vez da USP que tem primado por aproveitar a festa para oferecer mais uns biscates aos funcionários do “partido”, com os resultados conhecidos…

    • Helena Borges diz:

      Podes partilhar os nomes dos tantos grupos, LAM? Faço-os chegar à Comissão Promotora das Comemorações Populares do 25 de Abril no Porto e talvez dêem jeito. É fundamental que toquem solidariamente, à borla, como os do cartaz, porque no próximo ano também não deve haver dinheiro. A USP, a Associação 25 de Abril, a Associação José Afonso, entre outras organizações e movimentos, até vão tremer… Pensar que já não têm desculpa para desenrascar este biscate tão bem remunerado aos amigos!

      🙂

  2. Mário Reis diz:

    Lá estarei Helena para o dia da Liberdade e ver os “burro de barro” grupo bem juvenil e divertido.
    E alguns deles… já comunistas!!!

  3. LAM diz:

    Helena, quando logo estiver na festa e olhar as duas ou três centenas de “cotas” ou meio cotas presentes, lembre-se do que eu digo acima e reflita acerca do que têm andado a fazer, não só agora, mas desde há muitos anos. Pense nisso.
    Cumprimentos.

Os comentários estão fechados.