A palhaçada das listas de Deputados do Bloco Central

As listas de deputados à Assembleia da República apresentadas pelo PS E pelo PSD mais não são, ano após ano, do que do um conjunto de joguinhos de interesses, de lutas pelo poder, de compra e venda de influências. Basta olhar para o passado.
As listas para as Legislativas deste ano não fogem à regra. No PS, vários membros do Governo são premiados com a liderança de Círculos Eleitorais pelo seu fantástico desempenho no Executivo. Com a aquisição de Basílio Horta, esse exemplo de socialismo, também o PS tem o seu Fernando Nobre. E é o tempo das pequenas vinganças, como aquela que está a ter como alvo Ana Paula Vitorino, que se atreveu a acusar Mário Lino no âmbito do Face Oculta.
No PSD, é a trapalhada do costume. Não bastava a confusão gerada à volta de Nobre, que só enganou quem quis ser enganado, e agora não há meio de conseguirem fechar as listas.
Entre centenas de nomes, aparece pelo meio das listas uma sigla, «JSD», ou seja, um nome a apontar pela JSD. O nome inicial era o de Simão Ribeiro, presidente da Distrital daquela estrutura de juventude, mas, pelos vistos, o jovem de Lousada – conhecido pelos seus repetidos chumbos – mentiu sobre as suas habilitações literárias e entregou documentos com dados incorrectos (eufemisticamente falando) relativos à sua passagem pela Faculdade de Direito do Porto. Que, à luz de Bolonha, simplesmente não existe. O PSD está a tentar minimizar mais este estrago, mas a bronca deve chegar aos jornais em breve.
E no meio disto tudo, estamos nós, os portugueses, em nome de quem, pretensamente, eles falam…

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

38 respostas a A palhaçada das listas de Deputados do Bloco Central

  1. PEDRO SILVA diz:

    Expliquem lá isso muito bem acerca dessa bronca do puto da JSD? Já vale tudo para chegar a deputado? Até inventar habilitações? Nada que não estejamos já habituados.

    • Luís Santos Silva diz:

      É tudo mentira o que aqui escrevem! Deviam ter vergonha de acusar uma pessoa sem documentos que o provem! O Simão é estudante por mérito na Faculdade de Direito da Universidade do Porto! Além disso, todo o seu percurso político dá-lhe mais do que legitimidade para desempenhar as funções de deputado na AR, realizando um trabalho em prol da juventude portuguesa, assim como, ao longo dos ultimos anos tem realizado na JSD.
      Acredito que a maioria dos opinadores deste blogue invejam não ter a capacidade suficiente para pertencer a nenhumas das listas! Muito por culpa que ao invés de lutarem por um Portugal melhor se consolam em falar mal da vida alheia. É aqui que começam os problemas de Portugal!

  2. Sheila Santos diz:

    Este puto de que fala o comentador Pedro Silva é, ao que parece, do PSD de Lousada. Assim sendo não admira nada disto…! Já foram publicadas noticias (por outro partido da oposição) que os cronistas que representam esta estrutura partidária fazem plágio sempre que escrevem, até serem apanhados, claro!!
    há anos que o PSD em Lousada não tem credibilidade alguma. Nunca o povo lhes deu a oportunidade de governar a Vila de Lousada e por algum motivo é!!!
    E este jovem já leva a lição toda porque alguém lhe ensinou como se faz!!

  3. Manuel Fonseca diz:

    O Jovem em causa vive do dinheiro de alguém… enfia-o em festas e jantares e toda a gente gosta. Entretanto, vai cursando Direito, de chumbo em chumbo, pelos vistos!
    Se foi como dizem, onde está a ética? Já alguém ouviu falar do crime de falsas declarações?

  4. Pedro Gomes diz:

    Entre inventar habilitações e falsificar e mesmo tirar ao domingo venha o diabo e escolha, espero é que quem escreveu isto não ande atrás do seu lugar xD

  5. Nuno Rocha diz:

    Alguém quer prejudicar o jovem Simão Ribeiro. Alguém quer o lugar dele.

  6. CARLOS ANDRE QUEIROS PINTO diz:

    MEUS AMIGOS, CONHECENDO EU A PESSOA EM CAUSA, NÃO POSSO DEIXAR DE ESCLARECER QUE TUDO ISTO NÃO PASSA DE UMA INFUNDADA, VENENOSA E FALSA NOTICIA… SIMÃO RIBEIRO PARA QUEM NÃO SABE FOI UM JOVEM DE LOUSADA QUE TERMINOU O ENSINO SECUNDÁRIO COM MEDIA DE 18 QUALQUER COISA, FREQUENTA A FACULDADE DE DIREITO NO PORTO,É POR MÉRITO PRÓPRIO CANDIDATO A ASSEMBLEIA DA REPUBLICA….NÃO PRECISA DE INVENTAR HABILITAÇÕES… CONHECEM ALGUÉM NO DISTRITO QUE MOSTRA E JUSTIFICA MAIS ESTA NOMEAÇÃO DO QUE ELE….? VOCÊS SÃO UM BANDO DE INVEJOSOS QUE TEM A SORTE DE ELE NÃO SE DAR AO TRABALHO DE LHES RESPONDER PORQUE NÃO TEM QUE PERDER TEMPO COM BLOGUES E TEXTOS EXTRAVIADOS, PORQUE SE ISSO ACONTECER QUERO VER ONDE ESTA A FUNDAMENTAÇÃO…QUANTO A SI SHEILA, ESCLAREÇO, PLAGIO NÃO É A ESTRUTURA QUE A FAZ, FOI ALGUÉM QUE EM TEMPOS FEZ PARTE, QUE ESCREVEU EM NOME INDIVIDUAL, NÃO TENTE ROTULAR UMA ESTRUTURA QUE AFINAL TEM QUADROS DE VALOR E MERECEM RESPEITO…. E TEM RAZÃO O POVO NUNCA DEU OPORTUNIDADE DE GOVERNAR AO PSD EM LOUSADA, SE CALHAR É POR ISSO QUE AO FIM DE 20 ANOS DE GOVERNAÇÃO SOCIALISTA, EU TENHA QUE VIVER NO SEGUNDO CONCELHO MAIS SUBDESENVOLVIDO DO DISTRITO DO PORTO, COM UM NÍVEL MÉDIO DE PODER DE COMPRA MUITO ABAIXO DA MEDIA NACIONAL E NUM CONCELHO SEM FUTURO, PARA OS JOVENS, PARA AS FAMÍLIAS E AS EMPRESAS…

  7. António Pedro diz:

    Caro Carlos Pinto. Não fale do que não sabe e também não minta mais acerca das notas de entrada no Ensino Superior de tal pessoa. Não me faça falar.
    Nem que fosse o Papa, ninguém tem o direito de mentir perante uma instituição como a Assembleia da República.
    E já agora, dispa a sua veia militante da JSD da sua terra.

    • Nuno Rocha diz:

      Senhor Amtónio Pedro,

      O Sr. não sabe do que fala. Informe-se junto da Faculdade de Direito da Universidade do Porto e verá que tudo o que diz e que outros por maldade também afirmaram é falso.

    • Raphael van der Bruss diz:

      Eu acho que devias dizer tudo o que sabes… mas só o que sabes!!!

  8. Ana Pedro diz:

    “O Jovem em causa vive do dinheiro de alguém… enfia-o em festas e jantares e toda a gente gosta. Entretanto, vai cursando Direito, de chumbo em chumbo, pelos vistos!
    Se foi como dizem, onde está a ética? Já alguém ouviu falar do crime de falsas declarações?”

    Caro Manuel Fonseca, já ouviu falar do crimes contra a honra, difamação e calúnia?
    O Simão frequenta a Faculdade de Direito da Universidade do Porto e isso, com toda a legitimidade, posso eu afirmá-lo, já que frequentamos a mesma turma.
    O Simão é líder de uma estrutura partidária por convicção, por gosto e inteira dedicação e isso é facilmente comprovado pelo percurso dele.
    Do que o País não precisa é de pessoas como o senhor que, com toda a certeza, têm algum “favor” a receber em troca de falsas afirmações com falsa convicção.
    Felizmente, o Simão não precisa de ninguém que o defenda. Aí está a grandeza, nenhuma afirmação caluniosa é capaz de o demover.

    Em jeito de conclusão, para a próxima poderá sempre dirigir-se aos serviços administrativos da Faculdade de Direito da Universidade do Porto. Encontrará lá todas as respostas que procura.

    Os melhores cumprimentos.

  9. J. Carlos diz:

    Caro António Pedro se tem realmente algo a falar sobre o jovem Simão Ribeiro é correcto que o diga de outro modo não contribua com insinuações falsas e que nada beneficiam a democracia. O jovem Simão Ribeiro é promissor e tudo que alcançou foi mérito do seu trabalho. Fez em Lousada um excelente trabalho com a JSD, tem feito na regional do porto um trabalho ainda melhor, promovendo o debate politico sobre os temas da juventude, e todo o seu trabalho contribuiu para que fosse reconhecido pela equipa nacional da JSD e pelo PSD com a integração do seu nome nas lista a deputado da AR.

  10. Carla Monteiro Ferreira diz:

    http://sigarra.up.pt/fdup/ALUNOS_GERAL.formview?p_cod=061401046

    Ora aqui estão os documentos do Simão.

    Afinal está mesmo preescrito!

    Sorry. O PSD acreditou em mais um aldrabão…

  11. Filipe Albuquerque diz:

    Desculpem mas creio que é preciso repor a verdade!
    As pessoas que defendem Simão Ribeiro é que estão a faltar à verdade. Por momentos ainda conseguiram que eu duvidasse do que aqui estava a ser dito e decidi então consultar qual é a situação desse jovem na faculdade de Direito da UP. Neste link esta tudo esclarecido e podem confirmar!

    link:
    http://sigarra.up.pt/fdup/ALUNOS_GERAL.formview?p_cod=061401046

    A situação deste jovem é MATRÍCULA PRESCRITA, isto quer dizer que devido aos repetidos CHUMBOS que este Simão teve durante a sua estadia no curso de Direito pago pelos contribuintes Portugueses, fizeram com que não só CHUMBASSE repetidamente de ano mas que ficasse PRESCRITO!

    Basta de mentiras, os Portuguese precisam saber a verdade! Isto é VERGONHOSO!

    • Rui Pereira diz:

      É verdade, a partir do momento em que este estudante aparece como prescrito significa que não está inscrito na faculdade, perdeu esse direito.

      Conheço o Simão e acredito que tenha bastante potencial político, pelo que sei, está envolvido na política há imenso tempo, só acho muito triste que tenha de se mentir relativamente ao seu estado académico para conseguir se candidatar à AR. Se é assim tão bom, não devia ter essa necessidade

  12. João Carvalho diz:

    Caro Filipe Albuquerque, sugiro que siga o seguinte link:

    http://sigarra.up.pt/fdup/alunos_geral.formview?P_COD=101400041

    Isto só prova que o companheiro Simão está inscrito na FDUP, sem que para tal precise de mentir acerca do seu estado no ensino superior.
    Aliás, todos sabemos que nenhum candidato à AR tem de possuir título do Ensino Superior, daí que não faça qualquer tipo de sentido que houvesse lugar à mentira acerca das habilitações académicas.

    Pelo bem da verdade!

    • Vânia diz:

      O que é um aluno extraordinário???

      • Gabi diz:

        Eu acho que sei o que se passou: o aluno brilhante de 18 valores não conseguiu adaptar-se a Bolonha e depois deixou prescrever o curso, ou seja, agora, para ter o curso de Direito, está a fazer cadeiras avulsas e quando tiver os créditos, dão-lhe a Licenciatura.
        Tipo Socras…

  13. José diz:

    “Que, à luz de Bolonha, simplesmente não existe.”
    O que é que não existe?

  14. Vânia diz:

    Eu só sei uma coisa: gostava de ver esta história esclarecida! Gostava de votar no PSD mas com isto já nem sei o que pensar… Não vou fazer com que o meu voto vá parar às mãos erradas, seja do PSD Porto, do Simão ou de outro qualquer que não o mereça.
    Caro João Carvalho, pelo bem da verdade, devia-se tirar esta história a limpo… Não é preciso ser licenciado para se ser deputado. Mas convém que se seja minimamente responsável e de confiança… Uma pessoa tão boa como dizem aqui, não devia ter necessidade de mentir sobre as suas habilitações, se é que o fez.

    • Gabi diz:

      Vânia,
      quer um conselho? Não vote em ninguem ou então seleccione a pessoa que nas listas apresentadas acha que melhor defenderá o seu interesse.
      Uma coisa é certa: Não vou votar na lista do PSD Porto se o Simão não esclarecer isto!

  15. Luís Santos Silva diz:

    vocês deviam ser todos presos por difamação!

  16. J. Carlos diz:

    O Simão não precisa esclarecer nada pois simplesmente isto é obra da malta da JS para o difamar. Simplesmente está tudo correcto e o Simão é o 13º candidato nas listas do PSD Porto sendo que o artigo que originou esta calúnia é completamente caluniosos e falso.
    Podem votar à vontade pois serão bem representados pelo jovem Simão, sempre é mais confiável que Armandos Varas e Josés Socrates que já estiveram na AR e ninguém os mandou sair de lá pelo facto de não terem habilitações ou habilitações duvidosas.

  17. Raphael van der Bruss diz:

    Aqui ninguém mentiu a ninguém. O Simão com toda a legitimidade (de quem foi indicado unanimemente pela sua estrutura para a lista de candidatos a deputados pelo circulo do Porto), apresentou o seu currículo no qual refere que é estudante de direito na UP. Para o efeito não é necessário especificar o aproveitamento escolar. O que interessa aqui realçar é que o Simão não mentiu porque está realmente inscrito na faculdade em causa e não me parece relevante se está como aluno extraordinário ou ordinário.

    De uma coisa tenho a certeza: Pedro Silva, Sheila Santos, Manuel Fonseca, António Pedro, Carla Ferreira, Filipe Albuquerque e Gabi deveriam levar com um processo por difamação.

    Deve ser espectacular fazer sangue, ainda por cima quando desejamos ocupar o lugar de determinada pessoa e temos a inveja à flor da pele, mas este vosso comportamento não deveria passar em claro.

    Um grande bem-haja ao lodo da sociedade

  18. Nuno Rocha diz:

    Tenho acompanhado este debate que claramente é fomentado por pessoas que me parecem mais interessadas em denegrir a imagem do jovem Simão do que perceber a verdade. Fui ver os Link da Universidade e não me parece que haja motivo para tanto barulho. Pelos vistos há uma prescrição. Qual é o problema? Por acaso alguém se deu ao trabalho de procurar saber o motivo ou motivos de tal prescrição. Cada um sabe de si! Mas também vi no Link que este jovem continua inscrito na Faculdade, ou seja é aluno. E já agora ele mentiu a quem quanto às habilitações?. Que eu saiba as listas de Deputados só vão ser apresentadas no Tribunal na próxima semana.
    É lamentavel e desnecessária toda esta pseudopolémica.
    Cumprimentos a todos os que de boa fé têm manifestado aqui a sua opinião.

  19. Miguel Porto diz:

    Mais um blog do típico “mal-informado” e “mau-informador”,
    Conheço a pessoa em questão, mas devo dizer que antes de comentar este blog decidi contactar a Secretaria da FDUP e a resposta foi clara. É aluno da FDUP , inscrito no 3º ano do curso de Direito, entrando com uma média acima dos 18 valores.
    Não mentiu no currículo, muito menos precisa de justificar a sua vida privada a quem quer que seja.
    Mais, facilmente poderão verificar o percurso político deste jovem na comunicação social:
    “Está ligado à JSD desde que “se conhece”. Por volta dos 16 anos era já vice-presidente do núcleo da freguesia de Lodares da JSD, destacando-se depois a Presidente da JSD Lousada, onde através do seu trabalho reconheceram-lhe a capacidade de liderança de uma estrutura distrital. Aos 24 anos, Simão Ribeiro é o presidente da JSD Porto e vice-presidente da comissão política nacional da JSD. Actualmente, é também deputado da Assembleia Municipal de Lousada e membro do conselho nacional do PSD.”
    Este jovem tem um percurso invejável no que respeita à luta pelos seus ideais, pelas suas pessoas e pelo seu distrito. Está provado com trabalho e com dedicação, e se porventura, este blog tem como principal objectivo o típico “bota abaixo”, da calúnia, da mentira e da difamação, devo alertar que têm ainda um longo caminho a percorrer.
    “Espíritos grandiosos sempre encontraram oposição violenta de mentes medíocres”.
    Sirvam-se das redes sociais e da internet para adquirirem conhecimento, e tenham vergonha, sejam produtivos, trabalhem por Portugal.

  20. José diz:

    “Entre centenas de nomes, aparece pelo meio das listas uma sigla, «JSD», ou seja, um nome a apontar pela JSD. O nome inicial era o de Simão Ribeiro, presidente da Distrital daquela estrutura de juventude, mas, pelos vistos, o jovem de Lousada – conhecido pelos seus repetidos chumbos – mentiu sobre as suas habilitações literárias e entregou documentos com dados incorrectos (eufemisticamente falando) relativos à sua passagem pela Faculdade de Direito do Porto. Que, à luz de Bolonha, simplesmente não existe. O PSD está a tentar minimizar mais este estrago, mas a bronca deve chegar aos jornais em breve.”
    Este caso poderia servir de exemplo do lançamento de um boato na blogosfera.
    Vejamos: – ” aparece pelo meio das listas uma sigla, «JSD», ou seja, um nome a apontar pela JSD. O nome inicial era o de Simão Ribeiro”
    Consultadas as listas, não encontrei qualquer JSD, mas li o nome do Simão Ribeiro.
    – “pelos vistos, o jovem de Lousada – conhecido pelos seus repetidos chumbos – mentiu sobre as suas habilitações literárias e entregou documentos com dados incorrectos (eufemisticamente falando) relativos à sua passagem pela Faculdade de Direito do Porto.”
    Aqui, insinua-se que a principal característica do Simão será haver chumbado repetidamente, embora não concretize onde, quando, nem quantas vezes.
    Terá mentido, mas não se explica em quê.
    Do mesmo modo que refere documentos com dados incorrectos, mas sem mencionar que documentos, que dados e em que é que eles são incorrectos.
    – “Que, à luz de Bolonha, simplesmente não existe.” O que é que não existe? A faculdade de Direito? A Universidade do Porto? A passagem do Simão pela Universidade? O Simão?
    – “O PSD está a tentar minimizar mais este estrago, mas a bronca deve chegar aos jornais em breve.” Não é estranho que a comunicação social, nesta altura quente do país, ainda não tenha pegado nisto??? Não é extraordinário que o Ricardo tenha tido acesso a esta “bronca” e os jornais não?? E quais são as fontes do Ricardo? Não é fantástico que mais nenhum partido tenha pegado nesta história, tão suculenta numa altura de pré-campanha?

    Compulsando o site da UP o nome do Simão aparece como inscrito.

    O que é extraordinário é, também, é como tanta gente acredita, sem mais, naquilo que sem vai escrevendo na blogosfera, sem cuidarem de um mínimo de comprovação. Tanta credulidade é perigosa.

    O Ricard0 poderá não ser um boateiro reles, mas lá que parece, parece.

    Ps: não conheço o Simão Ribeiro e decerto que não terá o meu voto, mas não suporto insinuações sujas.

    • Ricardo Santos Pinto diz:

      Não lanço boatos nem invento mentiras. Foi público que, no 13.º lugar das listas do PSD do Porto, aparecia apenas a sigla JSD em vez do nome do candidato e era assim que estavam as listas quando escrevi.
      Que o jovem Simãozinho já em 2006 estivesse prescrito da Faculdade de Direito e em 2011 ainda ande por lá, no 3.º ano e como aluno extraordinário (seja lá isso o que for), é, pra sil, irrelevante. Para mim, diz muito da personagem.
      Se não soubesse que os documentos apresentados pelo jovem Simãozinho não correspondiam à realidade, não escrevia o que escrevi. Como disse antes, não lanço boatos. Parece-me que me deve um pedido de desculpas.
      Quanto ao resto, lamento que os comentadores ternham ido por aí. Se quer que lhe diga, estou-me marimbando para o jovem Simão, cuja existência desconhecia até agora. Referi-o apenas a título de exemplo da confusão que vai nas listas dos dois Partidos do Bloco Central.

      • José diz:

        Lamento, mas não vejo como lhe posso pedir desculpas.
        Repito: nas listas encontrava-se o nome do Simão, não o de “JSD”.
        Continua sem explicar como sabia que era o nome do Simão que lá teria estado ou lá iria estar.
        Continua sem explicar como é que a comunicação social não pega nesta “BRONCA” gigante.
        Continua sem dizer que documentos foram apresentados pelo Simão e em que não correspondem à verdade. Apenas diz que sabe que eles não correspondem à verdade, sem explicar como.
        Não ponha na minha mão palavras que não escrevi: “Que o jovem Simãozinho já em 2006 estivesse prescrito da Faculdade de Direito e em 2011 ainda ande por lá, no 3.º ano e como aluno extraordinário (seja lá isso o que for), é, pra sil, irrelevante.”
        Seja como for, não me parece que a graduação universitária seja condição ou garantia do que quer que seja. Vejam-se os exemplos do Jerónimo de Sousa e do engenheiro Sócrates.
        Se escrever acusações vagas e sem apresentar fundamentos não é lançar boatos, então não sei o que é um boato. Seja o que lhe quiser chamar, é feio.

        • Ricardo Santos Pinto diz:

          Se acha que a Comunicação Social não pegou nesta «bronca gigante» (palavras suas), é porque anda desatento. Aconselho-o a consultar a pág. 8 do «Público» de 5ª Feira, onde poderá ter a resposta a muitas das perguntas que me faz.
          E mais uma vez, não me parece uma bronca gigante, apenas mais uma trapalhada dos Partidos do Bloco Central. Dei esse entre outros exemplos, não tenho culpa que os laranjinhas se tenham sentido melindrados.
          Quanto ao facto de não estar a sigla JSD no 13º lugar das listas do Porto, a verdade é que estava mesmo a sigla JSD. Mais uma vez, revela desatenção. Já se falava disso noutros lados antes de eu escrever o meu post. http://corporacoes.blogspot.com/2011/04/slb-na-lista-do-psd-porto.html
          Tem razão numa coisa: os títulos não interessam para nada. É por isso que não se compreende o facto de o jovem Simãozinho ter entregue documentos que omitiam o facto de a sua inscrição na Faculdade de Direito ter sido anulada em 2006 e de neste momento estar a frequentar a Faculdade como aluno extraordinário, ou seja, sem ter direito a qualquer título académico no final da frequência das disciplinas.

  21. João Pereira diz:

    Boa noite,
    Não quero lançar qualquer suspeição sobre o Simão Ribeiro, mas gostava de deixar algumas perguntas:
    Um jovem que não tem capacidade para concluir o curso tem capacidade para ser deputado?
    Como pode este rapazito aprovar leis quando não tem qualquer experiência profissional?
    O que fez este rapazito para merecer um lugar de na lista de candidatos a deputados?
    Tive curiosidade de ver algumas intervenções do rapazito no Youtube e fiquei estupefacto com tamanha falta de capacidade!!!
    É o país que temos infelizmente governado por cretinos e mal formados..
    A como podemos constatar no caso do Simão Ribeiro a próxima geração ainda é mais fraca que actual!!!

  22. Jorge Moura diz:

    Ele prescreveu, nos termos do regime de prescrições da Universidade do Porto e do art. 5.º da lei do financiamento, por não ter feito nos ultimos 3 anos um mínimo de 60 ECTS.
    Neste momento encontra-se matriculado a unidades curriculares isoladas e, por isso e para todos os efeitos, durante um ano é considerado aluno externo à Universidade.
    Mas não admira que daqui a um semestrezinho seja “doutorado” por uma qualquer “auto-estrada” de formação superior….do género do fantasma “Universidade Independente”.

Os comentários estão fechados.