No país dos fernandos

NOTA PESSOAL de FERNANDO NOBRE- Lisboa, 20/02/2011

Meus Queridos Amigos Cidadãos Portugueses: Até final de Abril/ Maio, encerrado completamente, espero, todo o  processo constitucional da Candidatura e ouvidas muito atentamente as pessoas que mais amo e alguns Amigos, anunciarei a decisão sobre o como e em que moldes agiremos no futuro. SERÁ, COMO NÃO PODERIA DEIXAR DE SER, UMA DECISÃO REFLECTIDA,  SERENA, SOLITÁRIA, DEFINITIVA E SOBERANA. QUE NÃO PASSARÁ PELA CRIAÇÃO DE QUALQUER PARTIDO POLÍTICO. E QUE, GARANTO-VOS, EXCLUÍ A MINHA PARTICIPAÇÃO POLÍTICA, NEM COMO INDEPENDENTE, NO ÂMBITO DOS PARTIDOS EXISTENTES, NEM EM ACTUAIS OU FUTUROS GOVERNOS PARTIDÁRIOS. Continuarei a actuar,  como faço há mais de 30 anos, nas seguintes áreas: humanitária,  social, cívica, Cidadania, direitos humanos, voluntariado, ambiente, lusofonia e comunidades lusas. E desde já. Por isso e como poderão acompanhar através da Nossa Página de Facebook, irei dar satisfação a várias solicitações que me foram feitas desde todo o País. Esta página ( que irá sofrendo remodelações e processos de adaptação à nova realidade) será o Nosso elo de ligação e a fonte informativa oficial única da minha parte. O futuro da Cidadania em Portugal e no Mundo depende e dependerá, sempre, de cada um de Nós. Só assim poderemos cumprir Portugal e a Humanidade. Que cada um faça a sua parte. Que cada distrito, se o entender, avance nesse sentido, envolvendo aqueles que se sintam motivados e outros que, individualmente ou colectivamente abracem a causa da Cidadania, desde que perfilhem e tenham como princípios básicos os Desígnios Nacionais que, oportunamente, identifiquei como objectivos para Portugal. Eu, garanto-vos desde já, estarei ao vosso lado no Pilar da Cidadania. Com um Forte e Amigo Abraço  Fernando Nobre”

Aqui no Facebook (negritos da minha responsabilidade)

Última hora: vale a pena visitar a página do Facebook e verificar a reacção irada e de decepção dos seus votantes.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

7 respostas a No país dos fernandos

  1. Idi diz:

    Nunca me enganou,esta aventesma.

  2. cidsimoes diz:

    E os eleitores que andam à trela desses pobres-diabos e que até se fazem passar por esclarecidos?

  3. xana diz:

    o q me surpreende é q alguém se sinta enganado!!!
    o q me preocupa é q venha substituir a Manuela Ferreira Leite …
    …não há meio termo? … se já não me agrada a hipótese de ganharem as eleições, ainda me agrada menos q ponham este sujeito com ar alucinado de quem abusou dos ácidos no passado na AR 🙁
    tb não vejo qual o objectivo do PPC em ir buscar esta figura, se foi a contar com os votos q teve nas presidenciais não sei se não deu um tiro no pé

  4. Pelos vistos, a Causa Monárquica está em força no PDSD. Depois de Passos Coelho, agora Fernando Nobre.

  5. Leo diz:

    Não adianta “culpar” os eleitores para branquear erros e fragilidades das direcções do BE e do PSD. Há dois anos foi a direcção do BE que o convidou para mandatário das europeias. Agora é a direcção do PSD que o convida para encabeçar a lista de Lisboa. Parece que não têm mais ninguém para encabeçar a maior lista do país senão este aldrabão. É a vitória da linha de Cascais, dos banqueiros e grande burguesia. Assim como o Nobre sempre viveu – e muito bem! – dos subsídios do Estado, banqueiros e grande burguesia prosperam à sombra do Estado. Uuma mão ajuda a lavar a outra mão.

  6. Pingback: No país dos fernandos II – Nilton, o mandatário. | cinco dias

Os comentários estão fechados.