Hoje, o Presidente da Assembleia da República será recebido na Presidência da República e as primeiras palavras que ouvirá serão:

– Bom dia papá!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 Responses to Hoje, o Presidente da Assembleia da República será recebido na Presidência da República e as primeiras palavras que ouvirá serão:

  1. Von diz:

    Numa altura em que o discurso político vai no sentido da conter custos, Governo aumenta os montantes que podem ser gastos por ajuste directo e sem concurso público.

    Ministros, autarcas e directores-gerais, a partir de Abril todos estão autorizados a gastar mais dinheiro. No caso dos presidentes de câmara, o montante dos contratos que podem decidir por ajuste directo pode chegar aos 900 mil euros (até agora o máximo era 150 mil). Isto porque na véspera do debate parlamentar sobre a quarta versão do Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC), que incluiu cortes nas pensões e nos benefícios sociais, o Governo fez publicar em Diário da República o Decreto-Lei 40/2011, que estabelece as novas regras para autorização de despesas com os contratos públicos.

  2. Streetwarrior diz:

    Para os filhos das elites não existe desemprego. Qualidade e excelência estão gravados nos seus genes.

    Grande comentário este de Phroudhon….sem mais palavras

  3. Carlos Vidal diz:

    Pronto, Tiago, já me fizeste rir hoje, com a verdade, verdadinha.
    É que foi mesmo isso mesmo que foi dito.

  4. Também já ouvi falar dessa…
    O fulano em causa até pode ter os seus próprios méritos, mas se os tem porque não arrisca e parte para uma qualquer “aventura” que dependa da iniciativa dele e não tenha o respaldo do estado, i.e. dos ‘pagantes de impostos’ ?
    Além de que, em termos de opinião pública (o que quer que isso possa ser…) já se sabe há muito tempo:

    «A mulher de césar não tem só que ser honesta, também tem que parecê-lo»

  5. Bolota diz:

    O filho de Boliqueme pode ser tudo…mas de parvo não tem nada. A promiscuidade é uma coisa avassaladora.

Os comentários estão fechados.