dos sensos em 2011

estou agradada por ver que para o Censos 2011 não existem nem estagiários nem bolseiros. a pessoa 2 está exultante, comprova-se que não existe de facto. por isso é que trabalha que nem um cão e não desconta para a reforma. hoje vai-se dormir muito melhor nesta casa.

eu percebo a necessidade dos censos. mas estes censos não são do Presente.

Sobre Sassmine

evil fingering.
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a dos sensos em 2011

  1. Sassmine, no outro dia veio aki uma moça a casa com “isso”, ela já não vive aki (vive do «outro lado» da IC19, mas é filha de um vizinho e amigo meu (o Rogério), a 50 m de mim aki na aldeia.
    Eu disse-lhe «Ah, dê-me o user/pass, eu faço isso via i-net, e assim não tem que cá voltar ou eu ir aos correios a Sintra (14 kms ida-e-volta) entregar a coisa. E ela assim fex, e disse-me «Atenção, não vale a pena ir ao site http://www.censos2011.ine.pt antes de dia 21.
    Depois até 10 do mês seguinte, senão multa.»

    Lá hei-de faxer a coisa, escolherei uma hora em que o site não esteja inundado com outro montão de pessoas.

    Lembro-me de ter “alinhado” numa ‘cena’ parecida com o INE (é ao lado do Técnico…) por causa de um terminal rodo-fluvio-ferrovial (agora chamam-lhe ‘interface’) no Barreiro que acabou por ser contruído muitos anos mais tarde.
    Mas na altura a Dorsch Consultants (os ‘alemões’ que estavam por detrás do ‘estudo’) pagavam muitíssimo bem.
    Eu ia de táxi todos os dias de Santos/Madragôa para o Técnico.
    Agora, segundo a moça, se fixerem 700€ por mês é uma sorte…

  2. Ah, e os censos são para o Eurostat, uma amiga minha de Bolton (UK) no outro dia teve que faxer o mesmo…

  3. n diz:

    não farão 700 por mês, poderão fazer 700 em dois meses, a fazer censos horas a fio, noites e fins de semana e ganharão 1 euro à hora versus os 3 euros hora de um salário mínimo

    http://www.protestocensos2011.blogspot.com/

Os comentários estão fechados.