O que mais me agrada na vitória da canção dos “Homens da Luta” (que já vaiaram Cavaco e Sócrates em tomadas de posse) foi terem mostrado aos nauseabundos parasitas “Gatos” o que é humor e coragem

Estes gajos do Meo, caracterizados por longas hibernações (que coincidem sempre com períodos políticos problemáticos), já conquistaram o troféu de qualidade (nome por mim proposto) “Clara Ferreira Alves”. Muito bom. Atenção “Gatos”, em Março, Abril e Maio haverá contestação social. Voltem só em Outubro, pode ser que o clima vos seja propício. E, depois (depois de uns cobres valentes levados aos incautos), voltem de novo em Outubro, de preferência o de 2015!!

Os comunistas, como outra gente de bem (que para vocês reeditam o PCUS, já sei), vão andar muito nas ruas. Por isso, desapareçam. Os “lutadores” de facto chegam para vocês e para a vossa musa Herman (que, no entanto, nunca desceu ao nível da vossa “Obra Completa Meo”).

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

14 respostas a O que mais me agrada na vitória da canção dos “Homens da Luta” (que já vaiaram Cavaco e Sócrates em tomadas de posse) foi terem mostrado aos nauseabundos parasitas “Gatos” o que é humor e coragem

  1. Rui F diz:

    Carlos

    Essa dos Gatos parasitas foi para “picares” um dos tiradores de cerveja da festa do Avante que desertou…

  2. joaovalenteaguiar diz:

    É a incorporação no sistema caro Carlos.

    Um abraço!

    • Carlos Vidal diz:

      Eu não diria melhor, caro João, não diria melhor.
      Mas há nuances.

      Veja-se. Um artista integra-se num circuito museológico ou galerístico. Integra-se, digamos, forçosamente incorpora-se numa relação onde o valor “aura” é trocado, comercializado. Friamente é assim.
      Depois, quiçá a arte vá além disso.
      Mas esta incorporação não é forçosamente abjecta, decadente, ou ridícula.
      Mas aqueles 4, os outros, os que fedem de fedor a nada (e aquilo já não é nada), esses tresandam de ridículo. É a vida, como dizia o outro.

    • Justiniano diz:

      Caríssimos Vidal e J.V. Aguiar, há nesse tópico da “incorporação” no sistema uma dimensão de sublime verdade que não deve ser desconsiderada, diminuida ou prostituida!!
      Estou em crer que o caro Vidal faz essa ressalva (Mas há nuances.)!!
      Há verdade na sublime resistencia daquele que em razão recta cumpre e assegura o dever como pura manifestação de dever ser. E nesse tocante, pura virtude!! Vejamos, a título de exemplo, o Navio Farol do Jerzy.
      Não estou a querer confundir com os personagens em causa, mas tudo pode ser misturado!!

  3. xatoo diz:

    os gatos, herman, cferreiraalves, homens da luta (sem programa politico nem ideologia), só falta o comentador oliveira – os media expôem-nos produtos diferentes, alguns mesmo que fazen pressupor um antagonismo, porém, da direita à esquerda (neolib), são fundamentalmente todos nulidades atractoras de atenção sobre… nulidades – e o que é importante pá? questões incómodas são censuradas por omissão, pelo excesso de representação das nulidades. Do meio do palheiro o Poder sai incólume sem uma picada. off-topic, já leu isto sobre o Umberto Eco? merecia bem um post, isto é, se se quer realmente tocar em pontos sensiveis…

    • Carlos Vidal diz:

      Tem razão, caro xatoo, mas cferreiraalves, bem acompanhada por DOLiveira, estão no fundo da escala. São coisas infra-classificáveis.
      Mas tudo pode ser misturado.

    • Justiniano diz:

      Caríssimo Xatoo, bem observado!!
      Aquele textinho do DN é um verdadeiro ultraje!! Tresanda a desconsideração, pejado de ilustrações diminutivas e apreciações absolutamente laterais de pura ignomínia!! Mal escrito, desditoso ou empoeirado!!
      Mas, caro Xatoo, não pode o opróbrio da escriba nem a vertigem da crítica servir de comprovação ao enunciado!!

  4. POKE diz:

    Muito bem Carlos.

    Segue aqui mais um belo exemplo do humor dos homens da luta, infelizmente nem todos são tão sagazes como o Carlos. Cambada de reacionários.

    • Carlos Vidal diz:

      Qual é POKE?
      Porrada nos “Homens da Luta” ou
      no “Avante!” Que vocês, no vosso blogue/escola, desanquem no “Avante!”, Ok POKE.
      Agora, nos “Homens da Luta” …
      Além disso, o que eu destacaria do teu clip, seria a última parte, sobre as Zitas e Pachecos – nada má, essa parte: solidária com o partido e muito pouco anarca.
      E há esta:
      http://www.youtube.com/watch?v=BfoQfvSr9ow&feature=related

      Os “Homens da Luta”, lutam de forma complexa de mais para certos “pensadores”.

      • Carlos Vidal diz:

        E esqueci-me do mais importante: parece-me que o “homem da luta” não é, POKE, nada simpático com “o outro do Gato Fedorento”, o tal que ele, o “homem da luta”, diz ter percebido que só enriqueceria se saísse do partido.

        Escrever direito, muito direito, por linhas tortas.
        Ora, ora, já ninguém respeita a “genialidade” do sr. RAP.
        Força Meo, continua.
        O PCUS agradece. (E o RAP ainda mais.)

      • POKE diz:

        Eu não desanquei nos homens da luta, está enganado.
        Desanquei foi naqueles “pensadores” que não vão tão longe como o Carlos, na festa do avante e nos comícios do socrates.
        Até quando digo bem de si tem de atacar?

  5. Rui F diz:

    Quero ver quando o “boneco” dos homens da luta começar a facturar capital, se vão dar algum ás causas revolucionárias da luta!

Os comentários estão fechados.