É impressão minha…

…ou a FENPROF decidiu marcar uma acção para 12 de Março muito antes das que foram convocadas no facebook? É que a 10 de Fevereiro o JN noticiava a conferência de imprensa encabeçada por Mário Nogueira em que se anunciou publicamente a decisão de se organizar um encontro seguido de manifestação.

Não poderia, portanto, ter havido qualquer objectivo de ganhar protagonismo à custa de qualquer outra acção ou de restar importância mediática às manifestações depois convocadas. É que se há iniciativas que não têm qualquer espaço nos media são precisamente as da FENPROF e a da CGTP, marcada para 19 de Março.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a É impressão minha…

  1. Pedro Penilo diz:

    O João Torgal não lhe apeteceu dar-se ao trabalho de confirmar as suas insinuações… Uma pequena provocação sabe sempre melhor:

    No site da FENPROF: http://www.fenprof.pt/?aba=27&cat=226&doc=5378&mid=115

  2. Pingback: Do sectarismo, da inteligência e da vontade sindical – Tenho a impressão que a maioria dos professores vai acabar por descer a Avenida da Liberdade | cinco dias

  3. pecanot diz:

    De acordo. Tudo correcto. Também não acredito na teoria da conspiração. Mas basta ter ido a um 1º Maio para saber que a CGTP não sabe muito bem o que fazer com “esta malta que não é sindicalizada”. Não tem cartão não entra. Sim lá dizem nos altifalantes que se solidarizam com a malta precária e tal. Mas desde que insistem em organizar manifestações nas quais não cabem os “outros sem ADSE” custa-me sustentar a ideia “pilátia” do “lavo daí as minhas mãos”.

Os comentários estão fechados.