And Now for Something Completely Different


Quando leio posts como o do Renato fico sempre com a impressão que não se pretende unir, mas ajustar contas. Parece que para a nossa esquerda, muitas vezes, mais importante do que ter razão com os outros é mostrar que os outros não têm razão. Esta tendência sectária autofágica apenas nos levou até aqui. É tempo de multiplicar protestos, defender acções comuns, mas não atacar acções diversas. Irei com o mesmo prazer ao 12 de Março e ao 19 de Março. Felizmente, vou estar fora nos próximos dias e não vou conseguir seguir esta milionésima interessantíssima polémica sectária.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a And Now for Something Completely Different

  1. Renato Teixeira diz:

    Curiosamente entre as três postas sobre o assunto a única que atacas é a que defende que os protestos se unifiquem e que coloca a hipótese de ambas as partes estarem de boa fé.

  2. Nuno Ramos de Almeida diz:

    as outras duas não têm mt interesse. O que me irrita é que tu dizes isso no meio de tanto fogo de artifício, que fico a duvidar que é isso que pretendes. Um dia, quando eu te convencer a não marrares no primeiro pano vermelho que abanam, vais melhorar muito 🙂

    abraço

  3. António Paço diz:

    Mas vocês são da Frente Popular de Libertação ou da Frente de Libertação do Povo?

  4. Poix.
    Uma distinção super-hiper importante, no plano dos «princípios» c’raro…

    😀

Os comentários estão fechados.