Terá Luís Amado apertado a mão deste facínora? E o Jorge Sá Couto era com ele que negociava?

Quando Mubarak fez o número de Kadhafi, e disse que morreria em solo egípcio, levou 24 horas a cair. Cada dia que passe sem a resignação ou o derrube de Kadhafi, o banho de sangue que Seif ameaça, vai ser uma realidade.

Instigado pelo filho, Kadhafi não fez a coisa por menos:

“Morrerei como um mártir na terra dos meus ancestrais. (…) Lutarei até a última gota do meu sangue. (…) Capturem os ratos. Tirem-nos das suas casas e acabem com eles, onde quer que estejam.”

Off Topic: Quando é que enviam um jornalista que seja para Tripoli e se passa a perguntar mais do que “como estão os portugueses” aos senhores da sucursal portuguesa da Internacional Socialista?

Vídeo com o filho de Kadhafi a intimidar a população.

via AFP.
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

16 respostas a Terá Luís Amado apertado a mão deste facínora? E o Jorge Sá Couto era com ele que negociava?

  1. Carlos Vidal diz:

    Há aquele episódio hilariante, um episódio de entre os episódios socratistas mais populares, em que o Amado na Cimeira de Lisboa, se dirige para cumprimentar Sócrates, e este se apronta para cumprimentar Amado; passa um alemão (acho eu que era alemão) na altura, Sócrates (quem haveria de ser??) deixa a mão de Amado no ar e cumprimenta o alemão, depois o francês, depois…, depois… esquece definitivamente o Amado que lá fica sem saber o que fazer. Desde aí o Amado agarra qualquer mão antes que ela fuja. O Amado já não cumprimenta esperando pelo gesto do outro, o Amado cumprimenta qualquer mão já sem esperar. Desespero total, à frente das câmaras. Para a posteridade: um retrato de Amado (pedindo a Sócrates), e um retrato de Sócrates (e, chegando a esta personagem, lá se me foram as palavras).

    • Renato Teixeira diz:

      Lembro pois. Estive na cimeira a trabalhar mas pedi o momento pois estava a ver os alpinistas da Greenpeace a trepar a torre. 🙂 Mas vi as imagens. Deve ser daí que o tipo ficou com o Sócrates de esguelha. Eles por lá beijam mãos em jeito de reverência. Terão chegado a esse nível de entusiasmo? Como será dormir depois de tal carícia?

  2. Carlos Vidal diz:

    Para Amado e Sócrates ter privado e conhecido Kadhafi foi altamente gratificante.
    No fundo, conheceram um gajo “famoso”.
    A cabeça não dá para mais.

    • Renato Teixeira diz:

      E terão ido à festa no Forte de São Julião da Barra? Diz que houve borrego no espeto e bunga-bunga. Já estou a ver o Sócrates assim a dançar à Unas e o Amado com calças de cabedal à anos 70. Oh Oh.!

  3. Não se esqueçam, «no pasa nada» no arabworld.
    É tudo invenção da AlJazeera(que precisava de renovar audiências e vender espaço publicitário) e de uns egípcios ricos que vivem no Quatar, mais CGI provávemente tirado do «Lawrence da Arábia». Akilo que parece gunshot é na realidade trovoada, está a chover.
    Garante o secretário de uns comités quaisquer lá na Líbia mais o Daniel Ortega da Nicarágua.
    Se não fossem estes fiéis «secretários» íamos todos para a cova com cara de estúpidos e iludidos.
    Ah ‘gandas secretários, o que brochelências não fazem pela paz de espírito da pop…

    Brothers do Quatar, toca a proibir a AlJazeera, c’a gente paga-vos em pitrolim… Ooops, vocês també têm ? Chatice.

  4. O general Younis , ministro do Interior da Líbia, demitiu-se e apelou às FFAA para se juntarem à oposição, mas isto é também outra CGI/invenção desses egípcios ricos conluiados com a tal de Jazeera
    😉

  5. pepe diz:

    Atenção à desinformação: parece que a Líbia pode vir ainda a correr perigo, a avaliar pela reflexão de Fidel:http://granma.cu/espanol/reflexiones/22febrero-reflexiones.html.

  6. subcarvalho diz:

    Isto há cada um(a): “Um dirigente político que decidiu bombardear os seus próprios cidadãos perdeu toda a legitimidade para continuar à frente do seu país”, disse a chefe da diplomacia espanhola, Trinidad Jiménez, em declarações aos jornalistas no parlamento.
    E eu pergunto, e se não tivesse bombardeado os seus cidadãos mantinha a legitimidade?

    • Renato Teixeira diz:

      Como não foi por isso que a perder. Bando de hipócritas.

    • A.Silva diz:

      Mas já agora, no Barhein também não aconteceu a mesma coisa? Não houve disparos de helicópteros contra a população?
      Então porque é que o chefe da diplomacia espanhola não diz nada?

  7. maria povo diz:

    … cá a malta é muito céptica…!!

    ouvi de manhã na antena1 o Embaixador português na Libia que dizia que não tinham havido bombardeamentos a manifestantes em Tripoli; que nas estradas por onde tinha passado tinha visto manifestações mas de apoio a Kadhafi e alguns grupos de pessoas contra; ouvia disparos de pistolas mas não de metralhadoras;

    em que(m) acreditar?

    O secretário geral da ONU vem exigir imediatamente o fim dos bombardeamentos a civis, senão…
    A ministra espanhola diz que Kadahfi mandou bombardear os manifestantes e exigiu que parasse imediatamente, senão…
    A Chanceler alemão a condenar de forma veemente exigindo o respeito pelos direitos humanos, senão…
    O Peru cortou relações diplomáticas com a Libia;
    navios de guerra iranianos, pela 1ª vez desde 1979 (!!!), atravessam o Canal do Suez rumo ao Mediterrâneo…
    Israel a ficar nervoso com os barcos do Irão à porta…
    qualquer dia posiciona-se a armada americana para proteger o seu aliado;

    há qualquer cena neste episódio da Libia que não bate certo…

    olhos e ouvidos bem atentos; inteligência e análise suficiente para não irmos em “grupos”…

  8. A acreditar na AlJazeera, montão de líbios estão a fugir para o Egipto (que só os deixa entrar a conta-gotas) com frigoríficos, sapatos e tudo.
    Dixem que o meio-morto do coronel «coisa», como não confia na lealdade das próprias tropas, trouxe um maralhal de prêtos lá de baixo (Alto-Volta ??) para disparar p’ra cima da pop.
    Akilo deve estar a saque…
    🙁

  9. Segundo o mesmo chan, o piloto e o co-piloto de um avião da Força Aérea líbia escolheram ejectar-se do referido avião para não terem que cumprir ordens de bombardear os civis em Tripoli (quem sabe, as suas próprias famílias ??) a partir do ar.
    Honra lhes seja feita, quando os militares se recusam a cumprir ordens é porque algo vai muito, mesmo muito mal…
    :-/

  10. francisco caetano diz:

    foi a argélia,o barein,a líbia, o egipto,a seguir marrocos, os eua muito preocupados com a democracia, israel a esfregar as mãos de contente e os tolos úteis muito preocupados com a democracia a mesma dos eua pois então! a esquerda europeia e em particular a esquerda não folclórica portuguesa ri de quê?

Os comentários estão fechados.