Dia 12 e 19 de Março vamos para a rua gritar: A luta continua, Sócrates para a rua!

“Desconhecemos as razões que levam os nossos dirigentes sindicais a adiar a convocação de uma nova greve geral, à imagem do que foi acontecendo por todo o movimento dos trabalhadores em todo o mundo, como desconhecemos os motivos pelo qual não existe uma data unitária para dois protestos que parecem ter o mesmo fim. Iremos às duas manifestações juntar a nossa voz para que se derrube o governo nas ruas pois temos claro que só com unidade de acção entre todas as forças políticas que assim o entendam, mesmo entre aquelas com quem se divirja quanto à sua posição ideológica, devem unir esforços para derrubar o governo do PS que mais à direita governou. Mais do que qualquer outro líder socialista, e mais do que muitos da direita musculada, Sócrates é o rosto do desmantelamento do que restava de conquistas sociais de Abril, da precariedade e da carestia a que cada vez mais pessoas estão a ser sujeitas. A sua saída de cena será igualmente uma derrota para as suas políticas e dificultará a sua aplicação a quem quer que entenda continuar o mesmo caminho. Sabemos igualmente que um novo ciclo eleitoral por si só não envia para o museu de antiguidades as leis que nos atormentam a vida, que nos retiram os direitos ao trabalho ou nos escravizam ao desemprego. O fim da crise social só vem com o fim da crise económica e esta deve ser paga em exclusivo por quem lucrou com ela. Defendemos o não pagamento da dívida externa com a certeza que essa é a única maneira de provocar a crise política necessária à mudança dos paradigmas que suportam o regime. É a única via matemática para que as mais-valias não continuem na mão de uma minoria de privilegiados e que em seu sustento nos coloquem com serviçais. São tempos de mudança!”

Ler o resto na Rubra

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

12 respostas a Dia 12 e 19 de Março vamos para a rua gritar: A luta continua, Sócrates para a rua!

  1. Leo diz:

    GRANDE MANIFESTAÇÃO NACIONAL – 19 DE MARÇO

    Contra o desemprego, as injustiças e as desigualdades, pela mudança de políticas.

    O Conselho Nacional da CGTP-IN aprovou na sua reunião de hoje uma resolução política.

    Na base de uma rigorosa análise sobre o actual contexto político, económico e social, revelador de um forte agravamento do custo de vida, associado a uma imposição de medidas previamente decididas pelo governo em sintonia com os sectores patronais, no sentido de facilitar despedimentos, reduzir salários, acabar com a contratação colectiva, o Conselho Nacional, fazendo eco da justa e crescente mobilização dos trabalhadores para o protesto activo e a manifestação de indignação, decidiu convocar para 19 de Março, uma GRANDE MANIFESTAÇÃO NACIONAL, em Lisboa, CONTRA O DESEMPREGO, AS INJUSTIÇAS E AS DESIGUALDADES, PELA MUDANÇA DE POLÍTICAS.

    http://www.cgtp.pt/index.php

  2. Ernst von Superavit diz:

    Devo reconhecer que o Sr.Renato teixeira (que é dos que parece acreditar, piamente, na “espontaneidade” de todos estes “motins”) é um excelente humorista.
    Para breve a epifania.

  3. JDC diz:

    O Renato Teixeira defende a saída de Portugal da União Europeia?

  4. Graca Sampaio diz:

    Para entrar o Passos Rabbit?!…. Que melhoria do caraças!…

    • Renato Teixeira diz:

      Já viu se os egípcios pensassem assim? Para entrar o Suleiman mais vale estar quieto. O mal menor não é bom conselheiro.

  5. Hamílcar Barca diz:

    Ao contrário do Renato eu não vou dia 19 Março!
    O camarada Leo diz: “O Conselho Nacional da CGTP-IN aprovou na sua reunião de hoje uma resolução política.” … dia 16 Fev. 2011 (presume-se) foi a data desta magna reunião. 1) Não terá este Conselho Nacional escamoteado a importância de um evento (marcado antes de 16 Fev.) para uma semana antes do seu? 2) A CGTP lançou-se numa corrida contra uma acção espontânea e popular? (Ernst von Superavit não acredita, os velhos do Restelo nunca acreditaram, também) 3) A CGTP tenta não perder a agenda da revolta? 4) É “grande demais” para se associar (posteriormente) a um evento de protesto independente? 5) Qual é a (verdadeira) agenda desta Sexta-feira de dia 19 Março? 6) Servirá para medir o pulso a uma moção de censura do PCP? 7) Os camaradas do PS e membros da Conselho Nacional da CGTP-IN, aprovarão, algum dia, uma manif. para derrubar o Governo da República? Responde lá… Leo (Sim, JDC… Portugal deve sair da UE, quanto antes!)

    • Renato Teixeira diz:

      Tem tão rigoroso critério sobre a agenda dos organizadores do protesto de dia 12?

    • JDC diz:

      Pensava que o tempo do “orgulhosamente sós” já tinha passado… Curioso.

      • Hamílcar Barca diz:

        …o tempo da cassete, que à falta de melhor argumento, grita fascistas a quem não concorda com eles, também já foi… curioso é ver os velhos cegos.

        • JDC diz:

          Ainda mais curiosa é essa atitude de vitimização… Não chamei fascista a ninguém. Apenas o fiz lembrar que esse discurso parece-se muito com outro, de outros tempos, com os resultados que se viram. Para além do comunismo ser um fenómeno global, ou pelo menos deverá pretender ser, Portugal não pode escapar à globalização sob pena de se tornar numa Coreia do Norte. Sair da UE será apenas um hara-kiri final num país como o nosso. Obviamente que há imenso a mudar na UE para que ela se torne no que deveria ser, daí até concordar com a resposta que o Renato Teixeira me deu à pouco – a ingerência de Bruxelas em Portugal está a tornar-se insuportável. Mas isso não significa que viremos costas aos nossos parceiros mais do que naturais.

Os comentários estão fechados.