“O Egipto está livre”, grita-se no Cairo (é privilégio só dos egípcios, pelo menos por agora)

Mubarak abandonou o poder. O Exército egípcio anunciou que vai ser o garante das reformas no país e prometeu a realização de eleições livres e justas. Nas ruas de várias cidades do Egipto, milhões de pessoas festejam o fim de 30 anos do regime do faraó. A revolução minuto a minuto.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 respostas a “O Egipto está livre”, grita-se no Cairo (é privilégio só dos egípcios, pelo menos por agora)

  1. أنا لا أثق القوات لقيادة المدنيين.ولكن آمل أن تكونوا قد كل التوفيق في العالم.ونحن لا ننوي اعجاب ، ونحن لا تأثر بسهولة.الذراع لأنفسكم سخيفة ، وسترى كم هذا مؤلم…

    Isto quer dizer, em ‘tuga’:

    Não confio na tropa a comandar os civis. Mas espero que tenham toda a sorte do mundo. Não nos tencionem impressionar, não somos fácilmente impressionáveis. Armem-se em parvos, e vão ver como dói…

  2. ovotas diz:

    “””Amanhã, muito cedo, começam a aterrar os representantes das internacionais ideológicas e partidárias. Vão organizar o processo. Vão criar partidos, encontrar líderes, instruir filiados, implantar-se no país. Virão representantes dos EUA e da Europa domesticar a transição, garantir os fluxos, proteger Israel e os reinos sauditas, manter posições, garantir permanências.

    Virão também outros, representantes de interesses económicos directos e indirectos, ONGs, farsantes, bem-intencionados, extremistas de todos os extremismos, turistas das revoluções, negociantes de armas, oportunistas espertalhões, voluntários de causas politicamente correctas, etc., etc., etc.

    Os peões (os egípcios, regime incluído) avançaram. Alguns comeram, outros foram comidos. Agora começam a sair os cavalos, os bispos, as torres, mas este é um xadrez com muitas casas e cores, há muito que acabou o xadrez das pretas contra as brancas.

    Hoje festeja-se na Praça Tahrir. Ainda bem. Amanhã os egípcios começam a lutar por uma democracia que lhes convenha. É melhor que o saibam cedo, do que tarde.””””

    Amanhã, começa o amanhã.

  3. O Mubarak tem mais espírito que o Cavaco, não acham?
    A gente vive numa quê? a votar no Cavaco para Presidente?
    Espertocracia Invertida, digo.

    • Carlos Vidal diz:

      Sim, quase acho que ao se ter eleito Cavaco se pôs um ponto final desta coisa chamada Portugal.
      A nossa decadência é demencial.
      Mubarak ainda era o “faraó”, agora Cavaco… é o quê? Digam?

  4. depois do Gang dos Tubarões I, aproximam-se os Gangs dos Tubarões Multi.
    As revoluções já não são o que eram. Mudam-se os tempos mudam-se os interesses, tudo se transforma sempre em nome do Igualitarismo e dos Filhos de Sem, pois então.

  5. lingrinhas diz:

    ó Carlos mas que desilusão .viva a terra queimada.

Os comentários estão fechados.