“Quem sabe faz a hora, não espera acontecer!”

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

11 respostas a “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer!”

  1. Leitor Costumeiro diz:

    Grande Música do Geraldo!!!

    Fico à espera das restantes pessoas, já sei o que é preciso fazer…

  2. Leo diz:

    No meio desta grande alegria de egípcios e de povos de todo o mundo amantes da liberdade, democracia, paz, amizade e cooperação entre os povos não posso deixar de lembrar os muitos milhares que passaram anos presos, torturados e feridos e dos muitos que perderam a sua vida.

    E acho pueril e mesquinho a amálgama que o Renato faz metendo no mesmo saco por exemplo os líderes da Líbia, Rússia e Síria.

  3. iskra diz:

    A REVOLUÇÃO É COMO UMA TOUPEIRA!:-)

  4. Esta versão é da Simone Bittencourt de Oliveira, lembro de ela chorar quando cantou:
    (para os menos informados, isto é uma canção “understated” para ‘passar na censura’ , e passou, contra a ditadura militar brasuca, no passado…)
    Grande, grande Geraldo !
    🙂
    http://www.youtube.com/watch?v=b14Q59tPcK0&feature=related

    E era um dos hinos “não-oficiais” da UNEB (União Nacional dos Estudantes Brasileiros).
    A outra era esta, Bituca+Fernando B.

  5. xatoo diz:

    e esta também não pediu licença à ditadura

  6. pintas diz:

    Deixem-se de merdas e digam-se que aquele tipo à direita na última foto não é da família de Mubarak…

  7. xatoo, como ‘ocê decerto sabe, Chico sempre foi (e sempre será…) um ” gajú de esquerda”. Interessa não se era PMDB,, PTB, PT ou p#$%&s.
    O pai dele (Sérgio Buarque de Holanda) escreveu coisas memoráveis sobre o Brasil.
    O Rio na altura pertencia ao Leonel Brizola
    http://en.wikipedia.org/wiki/Leonel_Brizola
    e daí ?
    Chico era PMDB.
    Também Ulisses Guimarães e Tarso Genro e depois ?
    Nada.

    🙂

Os comentários estão fechados.