Mandaram o LCD para o museu de antiguidades. Apontamentos sobre o mundo pós-tecnológico.

roubado ao Boa Fé
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

10 respostas a Mandaram o LCD para o museu de antiguidades. Apontamentos sobre o mundo pós-tecnológico.

  1. Leo diz:

    Depois de apoiarem o ditador apoiam agora o torturador. Estamos fartos de ver este filme.

    • Renato Teixeira diz:

      Está a falar da Coreia do Norte Leo? Vai já para o Gulag se continua desatento nas suas críticas ao Grande Líder! Vá já para a posta da Hillary antes que envie uma missiva ao Comitern.

    • Carlos Vidal diz:

      Isto é verdadeiramente assombroso.
      Esta sociedade tem de ser mesmo muito especial.
      E mais não digo pora agora.
      Vou pensar, investigar.

      • Renato Teixeira diz:

        É verdade. Do ponto de vista técnico aquilo é inquestionável. Já tenho mais dúvidas se meteria um filho meu nestes escuteiros. É que para ser capaz de fazer as vezes do LCD aquilo tem que ser o ATL desde quase sempre e para todo o sempre.

  2. LAM diz:

    Ainda vou ver o camarada Sócrates a fazer aquilo com a bancada do p”s” lá no parlamento.

  3. João Pais diz:

    Como e incrivel a depravada mente dos viciados do sistema, nao é que o Leo só viu a Coreia “do Norte”?… Fantastico, é o que é. Vale a pena conhecer mais estas culturas orientais (no geral) e a parte norte daquela peninsula em particular. Temos muito aprender, em muito mais do que muita gente pensa…

  4. a anarca diz:

    Yeah !
    imagino que não assistiram à abertura dos jogos de Los angeles de 1984 (porque ainda não tinham nascido)
    mas o público efectuou algo fantastico :))))
    como isto 🙂

    http://www.youtube.com/watch?v=QBCetGNwwtM&feature=player_embedded#

    alem do Carlos lopes e a sua medalha :)))))

    só voltei a ficar impressionada com isto 🙂

  5. Não sei a que propósito, já não me lembro, mas eu estava num barzinho em Itália aquando dessa do Carlos Lopes… (creio que em Florença)
    Alguém me identificou como ‘tuga’ e o pessoal pagou-me montes de ‘vova’ (licor de ovo).

    Grazie tante, Carlos Lopes…
    😉

Os comentários estão fechados.