Novo governo nepalês: acordo entre partidos comunistas


Depois de sete meses de crise política, um acordo entre o Partido Comunista do Nepal (Marxista-Leninista Unificado) e o Partido Comunista do Nepal Unificado (Maoísta) permitiu a viabilização de um primeiro-ministro de esquerda. Sem esse acordo, o governo seria liderado pela segunda força no parlamento, o Congresso Nepalês. O secretário-geral do PCNU (Maoísta), com maioria simples, o histórico Prachanda, desistiu a favor de Jhalanath Khanal, do PCN (Marxista-Leninista Unificado).

O mandato da Assembleia Constituinte, responsável pela redacção da Constituição da jovem república, havia sido prolongado até Maio deste ano, através de um acordo. A 30 de Junho, o primeiro-ministro Madhav Kumar Nepal, do PCN (Marxista-Leninista Unificado), demitiu-se para permitir o acordo com os maoístas.

Depois de mais de uma década de luta contra a monarquia, sob a orientação dos comunistas, o povo nepalês pode dar importantes passos com um governo que o represente. A construção de uma sociedade socialista é o único futuro possível. Esperemos que a proximidade da Índia e da China não feche as portas que a luta abriu.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

21 respostas a Novo governo nepalês: acordo entre partidos comunistas

  1. Oh diabo nunca me apeteceu subir até ao referido paíxe.
    Mas à minha falecida Mãe sim, resultado, ela troxe-me uma lindíssima adaga ceremonial lá muito deles, uns 40 cms de lâmina, curva, num estojo magnífico (coiro e embutidos) que evidentemente eles usam à cintura mas eu não posso aki, vou “dentro”.
    Afiei a dita no outro dia, akilo degola até um camelo.
    Está a faxer decoração numa estante qualquer, óbviamente.
    Sei como usar mas não pratico.

    Agora akilo não tem um reizinho ? E ele não herdou o trono assassinando num banquete toda a parentela, ou foi o pai, o tio, ou o avô dele ??
    Ou estarei a confundir essas «coisas» por cima da Índia ???
    E ele vai ‘reinar’ em cima de m-l’s e maoístas, com coroa e tudo ????

    O meu próximo destino será o país ao lado, se me deixarem lá entrar…
    Nome: Butão.

  2. M. Abrantes diz:

    o histórico Prachanda…

    Eis uma histórica Pranchada no povo do Nepal.
    Já lá estive, gente simpática, não mereciam tão reles sorte. O futuro seja misericordioso com eles.

  3. tibete diz:

    lol
    Que post tão pateta.

  4. Agora que vi o vídeo… parece uma produção de Bollyhood…

  5. António Paço diz:

    Fui ao site de um destes partidos – não o Partido Comunista do Nepal (Marxista-Leninista Unificado), antes o Partido Comunista do Nepal Unificado (Maoísta) – para ver se era a sério ou o link dava para A Vida de Brian. E descobri esta prosa admirável:

    Present Situation and Historical Task of the Proletariat

    Dear Comrades,

    Today, our great and glorious party, the Unified Communist Party of Nepal (Maoist), has arrived at a serious and extraordinary juncture of possibilities and challenges.

    The way how people’s revolution, in the external struggle, is advancing amid immense possibility of victory and serious danger of defeat, in the same manner, party’s internal life, as a reflection of the former, also lies in the midst of potentiality of advance and danger of anarchism and chaos as well. The height to which we can create new unity, voluntary discipline, self-confidence and vigour by means of a correct line, strategy, tactic, plan and programme to ensure as far as possible the decisive victory of revolution in this complex crossroads of class struggle, to that level will we be able to make victorious the revolution and party by safeguarding them from the danger of defeat and anarchism. In order to develop that kind of line and plan, we, by abandoning all kinds of subjective prejudices, must be able to have objective estimation of the situation and balance of class force based on the universal theories of MLM. The plan and programme prepared on the basis of objective analysis will enable our party to lead the decisive victory of revolution. Expressing high regard and esteem to the entire known and unknown martyrs of Nepalese people’s revolution including those of ten years of people’s war and admiring the entire disappeared, injured fighters and their family members, this plenum of the central committee will be able to bring about a new dynamism in our party.

    Tratai, pois, de abandonar todos esses preconceitos subjectivos que detecto por aí nos vossos posts, se quereis ter uma avaliação objectiva da situação. E que as teorias universais do MLM vos guardem!

  6. Morte aos Mercados diz:

    Mas o Partido Comunista Marxista-Leninista não tinha efectuado no governo uma política de traição aos ideais revolucionários? Espero que o PCML mereça o nome e o partido de Prachanda faça valer o projecto de Nova Democracia para o Nepal.

  7. Pois e agora são os maoístas com o apoio chinês que dão cabo dos restantes

    ou há uma intervenção indiana contra os khmers vermelhos a favor dos menos vermelhos

    e as inundações chegam em Março ou só em Abril ?

    e o funcionalismo emigra ou submete-se

    e o povo submete-se aos novos donos e dá-lhes um quinhão maior do que era obrigado a dar

    ou vai para campos de reeducação ao estilo cambodjano?

    tantas dúvidas e os Xerpas e os Jirels

    há 10 ou 20 mil xerpas que serviram no exército britânico

    são a caspa de Lon-Nol que tem de ser extirpada?

    pois são capazes de não querer

    o rei tal como Tito é a cola que une uma nação muy diversificada apesar de pequenina

    os vales isolam as populações rodeadas de montanhas

    acreditar que a união de 15 ou 20mil militantes imporá ao país uma nova ordem

    é……estúpido?

  8. e um país sem cola desagrega-se

    uma república com muitos chefes pode ganhar com um ditador vermelho

    mas ganha quem e quem perde?

    os Rana foram depostos por revoltas populares e duraram 100 anos no poder

    uma república com 3 anos de idade e cada vez mais dividida

    com uma densidade populacional gigantesca uma vez que a maior parte do país não é de molde à colonização humana senão a tempo parcial

    pois a solução é pôr 2 partidos marxistas com as suas cliques em confronto….pois

    • Bruno Carvalho diz:

      Realmente é uma chatice esta coisa da república. É muito mais fácil haver um rei que una todo o país. Sempre se poupa dinheiro em processos eleitorais.

  9. V. KALIMATANOS diz:

    “A construção de uma sociedade socialista é o único futuro possível”.

    Meu Caro Bruno,

    Na sua frase, fascista, nazista, neoconista, etc., em vez de “socialista”, teria o mesmo e enorme peso do chavão repetitivo que já não convence ninguém no seu perfeito juizo. De facto, “A construção de uma sociedade onde a VERDADE impera é o único futuro desejável”. O resto é propaganda das cabeças babilonas sob o peso dos bonés sem pala das yarmulkas. .

    .

    • Bruno Carvalho diz:

      Kalimatanos, o capitalismo é o que nos rouba o futuro. À pala dele, eu e milhões de jovens por todo o mundo estamos desesperados à procura de trabalho ou com trabalho com contratos precários. Um gajo não pode estudar porque não consegue suporta-lo. Queremos sair da casa dos nossos pais mas não temos dinheiro e nem temos como nos endividar porque não temos contratos permanentes. Não podemos ter filhos porque a nossa vida é tudo menos estável. Portanto, não me venha com as suas verdades da treta.

      A verdade é que só com um futuro de justiça social, progresso e solidariedade a humanidade pode avançar. Comparar o que disse com o nazismo só pode ser fruto da cabeça de quem ainda tenta afastar a ideologia fascista do sistema capitalista e compara-lo ao socialismo. É que as suas verdades só existem porque são sustentadas pelo aparelho de propaganda do capitalismo. Pode dar graças aos comunistas pela derrota do nazi-fascismo. Goste ou não goste dos comunistas.

  10. rui david diz:

    fechar, Bruno,quem falou em fechar? Agora vai ser sempre a abrir. Encostas dos Himalaias abaixo… Que inveja tenho dos nepaleses. Num sítio alto e com vistas, liderados por dois – partidos comunistas – dois, enquanto nós aqui estamos na borda de água, prestes a sermos afogados pelo aquecimento global (o capitalista) , liderados pelo Sócrates em direcção ao abismo, com o PC sempre a “reforçar-se” não se sabe para quê…
    Não poderiamos trocar?

  11. Pingback: Introdução à Política sff para uma ex-secretária de Estado « BLASFÉMIAS

Os comentários estão fechados.