Lacãonismo

A propósito da redução de deputados, declaro que vejo com muito bons olhos um movimento pela redução de deputados do PS e PSD. Regressarei ao tema.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

5 respostas a Lacãonismo

  1. Só aceitarei voltar a votar no dia em que souber em quem o estou a fazer, e puder riscar do boletim de ‘el votito’ os ‘candipatos’ que ou não me dizem nada, ou não inspiram confiança ou pura e simplesmente não acho que tenham competência para lá estar.
    Sem isto (mínimo) daqui do meu lado não há nada p’ra ninguém.
    Tentem tornar o voto obrigatório para poderem perpetuar-se nas más práticas, desobedecerei.
    Tentem prender-me por desobedecer, pego em mim e nos meus cães e vou para uma Mongólia qualquer.
    :/

  2. resumo diz:

    Apoiado.Esses chulos que deveriam ser julgados e punidos sem dó nem piedade.Há muita pedra para partir e,esses filhos da puta,deveriam ir para os campos produzir aquilo que compramos de comer aos estrangeiros.Palhaços!Talvez o dia esteja a chegar…mais depressa,do que pensam.

  3. susana diz:

    há tempos subscrevi uma página que pugnava pela redução de deputados. reflectindo melhor e fazendo por alto umas contas dentro da proporcionalidade do nosso sistema eleitoral, fiquei a pensar que a consequência provável seria a redução/desaparecimento da representação dos partidos mais pequenos – e des-subscrevi.

  4. José diz:

    Susana: exacto!
    As consequências da redução de deputados não passaria pela diminuição de deputados dos PS ou PSD, antes a redução ao mínimo dos restantes partidos.
    É uma medida populista e anti-democrática, que tentará passar a coberto do ambiente adverso aos políticos e favorável à redução de despesas com políticos.

Os comentários estão fechados.