O PESADELO DE SADAT E DA CIA – Magrebe levanta-se por todo o lado e a revolta chegou ao Egipto

[Ver também vídeo simbólico que mostra a mudança da relação de força com a polícia de choque de Mubarak a recuar face ao avanço dos protestos. Via Miguel Madeira]
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

9 respostas a O PESADELO DE SADAT E DA CIA – Magrebe levanta-se por todo o lado e a revolta chegou ao Egipto

  1. De um «amiguinho» que eu conheço muito bem, postado num board americano/internacional:

    Good news from the arab world

    Tunisia (the most civilized country in the arab world, and one with no oil…) is apparently going the good way.
    Young people and students leading the «jasmin revolution».
    Their military blatantly refused to shoot their own people, so the dictatorial and corrupt govt. fell quickly.
    Now we all expect the contamination to the other arab countries.
    I have quite a bit of arab blood running in my veins, the arabs were a great great civilization (gave us poor ignorant savage christians literature, math, medicine, the lot) my hopes are high to the sense that they will come round and be glorious again.
    That would be an enormous improvement to the humankind.

  2. Paulo Granjo diz:

    Ó Renato: o Sadat já morreu há quase 30 anos.
    O ditador eleito do momento é o Mubarak.

  3. Mariana diz:

    Pois a mim parece-me que o pesadelo vai ser tanto dos governos autoritários e ilegitimos que governam a áfrica do norte como dos islamitas radicais que o Renato tem o hábito de defender por aqui. A verdade é que estes movimentos de contestação radicalnão se deixaram instrumentalizar por organizações como a Irmandade Muçulmana. A mudança não está nas mãos dos seus aliados, Renatinho. Nem sequer no Egipto, onde a IM desfruta de poder substancial na “rua árabe.” Também os Iranianos, depois de terem reprimido brutalmente a revolução verde, olham estupefactos e amedrontados para o que se passa na Tunisia, Argélia e. Assad, na Siria tb. O sr acha, por exemplo, que depois de centenas de milhar de mortos (Argélia) numa guerra civil sangrenta…os Argelinos escolherão os radicais islâmicos que o sr considera serem os ” anti-imperialistas” par excellence!

    • Renato Teixeira diz:

      Eu defendo que os governos islâmicos têm que ser respeitados pelo ocidente, e que os “governos” islâmicos defendam as suas populações e lutem contra a ocupação.

      Num contexto revolucionário como o que está a tomar conta da região é evidente que cada um assume o seu projecto político e o meu está longe que querer ser enfiar-lhe uma burka pela cabeça abaixo. Acredite.

  4. Alfred diz:

    Pois……so que parece que a CIA anda “envolvida” nisto, segundo dizem.
    Tudo muda, logo, os amigos de ontem podem muito bem deixar de o ser hoje……certo?

  5. José diz:

    “Mas o presságio tem a sua idade e a ditadura raízes no seu mandato.”
    No do Sadat?!
    No do Nasser não?

  6. Mariana diz:

    O “Ocidente” ocupou a Tunísia, Argélia, Egipto, Iemen etc.

    Já percebi. O Renato é contra o islamismo radical que quer emburkhar as mulheres. Mas apoia os mesmos radicais islâmicos como forças anti-imperiais. Não quer ver as mulheres burkhadas mas apoia os que querem impor esta prática. Logo, o seu apoio é oportunista e meramente instrumental. Quer usar os radicais que diz apoiar para derrotar um inimigo que considera ainda mais nefasto. O sr deveria explicar esta sua posição (nojentinha) aos seus aliados anti-imperialistas. Eles certamente gostariam muito de saber que o sr só lhes apoiaria até ao dia da derrota do império. No dia seguinte à conquista do poder, quando os seus aliados começassem a impor as burkhas e a teocracia, o sr manifestaria a sua oposição. Eles, claro, mandavam-lhe berdamerda ou pior, muito pior. Poderiam até cortar-lhe a cabeça Live no youtube. Que tal? Resolvia-se assim o problema da burkha. O seu projecto político é muito simples: oportunismo. O único problema, Renato, é que os oportunistas são odiados por todos.
    Alfred,

    Sim, é verdade aquilo que diz. A Press TV Iraniana noticiou ontem que um agente da CIA, disfarçado de camelo, terá incendiado o jovem Tunisino que inspirou toda esta balbúrdia. É evidente que foi a CIA.

  7. Mariana diz:

    O “Ocidente” ocupou a Tunísia, Argélia, Egipto, Iemen etc?????????????????????????

Os comentários estão fechados.