Cartão de Eleitor

Estou no intervalo de serviço numa mesa de voto e aproveito para vir aqui desabafar.

Cartão de Eleitor: não há. Já há uns tempos que não são emitidos Cartões de Eleitor. Deixou-se de o fazer devido à transição do antigo Bilhete de Identidade para o novo cartão Cartão de Cidadãode identificação mais funcional e completo que prometia substituir um conjunto de outros cartões. Mais um exemplo de Simplex.

Mas as pessoas que estiveram à frente da concepção do novo cartão, são pessoas de visão limitada.

Primeiro, escolheram um nome sem pensar no seu respectivo acrónimo, o que deu logo aso a uma vaga de piadas (não estivéssemos nós num país latino). Para quem não se recorde a primeira versão do nome do novo cartão era Cartão Única, o que embora correspondesse à função que pretendia cumprir, dava origem ao acrónimo CU.

Lá mudaram para Cartão de Cidadão, o que dá um acrónimo sem piada nenhuma. Mas lá tem várias informações e substitui o Bilhete de Identidade, Cartão de Segurança Social, o Cartão de Contribuinte, o Cartão de Saúde. Note-se que os 3 últimos Cartões serviam (ou podiam servir para pagar ao Estado).

Mas as brilhantes cabeças esqueceram-se do Cartão de Eleitor e de colocar no CC (lá está, dava mais graça meter no CU) o número de eleitor. Enfim, um número necessário em dias como hoje, para cumprir um direito e dever constitucional da nossa República Democrática. Resultado centenas (se não milhares) de pessoas a nível nacional têm de ir procurar o seu número de eleitor, e aparecem nas secções de voto com um Post-It com o número. Então o CC não tinha espaço para mais esta informação?!

Isto já para não falar das confusões criadas (ainda) quando as pessoas fazem o seu primeiro CC e vêem o seu número de eleitor alterado, sem serem informadas.

Sobre André Levy

Sou bolseiro de pós-doutoramento em Biologia Evolutiva na Unidade de Investigação em Eco-Etologia do Instituto Superior de Psicologia Aplicada, em Lisboa
Este artigo foi publicado em André Levy. Bookmark o permalink.

8 Respostas a Cartão de Eleitor

  1. daf diz:

    A juntar a esta habilidade dos pinoquinhos junta-se a de o portal do eleitor não estar a dar o número de eleitor a quem o pede…como demonstrei em
    http://zebedeudor.blogspot.com/

  2. daf diz:

    Esta é como os carrinhos do pinóquio…tecnologia de m…a!

  3. Como me parece que me esqueci disso B.I.) na Índia (ou na Malásia…) fui buscar isso (Cartão disso mesmo) tem o formatinho de um cartão de crédito/débito,um monte de informações irrelevantes (incluindo os nove nomes da minha falecida mãe) até nem axei mal, por junto fui lá duas vezes, total aí umas três horas, uns 12 (15 ? 22 ??) € mais pobre, nada que não se aguente, só espero não perder esse também num país qualquer…
    ;-)

  4. antónimo diz:

    Mas fui só eu que enviou SMS ao 3838 há quatro semanas para perceber onde votava agora que tinha CC e vinha recambiado como eleitor para as bandas onde vivo em de de votar nas bandas onde cresci?

    Espero que os abstencionistas sejam todos eleitores do Senhor Professor Por Extenso, mas imagino que ande a coisa irmamente distribuída.

  5. Nuno André Patricio diz:

    Confirmo o Post-it… Mais uma achega em relação à residência… Também não está no CC. Percebo que a intenção seja que promover a “mobilidade” e assim o pessoal não ter que andar a trocar de cartão cada vez que muda de casa. Isto no entanto origina , como me aconteceu , que ao querer entrar em monumentos ( no meu caso o castelo de S.Jorge ) , onde os residentes não pagam, a única forma de o demonstrar é com o respectivo CC e o código de acesso. A coisa tinha lógica , mas quando falta a máquina de leitura ou não funciona ( foi o caso ) ou se paga ou não se entra.

  6. Ah e agora é tudo muito ‘modernex’.
    Afinal parece que sou p’raí um centímetro e meio mais alto do que pensava que era.
    Agora, em vez de te mandarem descalçar e te medirem com uma espécie de régua de madeira, deixam-te ficar calçado, olhas p’ra dento duma maquininha oh so very sophisticated, aquilo atira-te com uma luzeca vermelha aos olhos (laser ? LED ??) e ficas mais alto…
    Pour épater le bougeois não há nada de melhor, vi p’ra lá uns compinchas semi-paisá, semi-‘emigras’ que estavam deslumbrados com a “tecnologia” presente toda…
    Fantástico melga…
    :-D

  7. Ricarod diz:

    podem-me esclarecer uma coisa que não percebi ?
    então mudei o BI+NIF+SS para o CC e os numeros mantiveram-se.
    Quando fui votar com o meu cartão de eleitor antigo, disseram-me que o numero tinha mudado. Então se mantiveram todos os numeros , não podiam manter o numero de eleitor.
    Esta não percebo.

  8. é dever de todos os cidadaos, do Mundo para obter o Cartao do eleitor e essencial e uma boa iniciativa para o desenvolovimento deste país. ou ao mundo em geral

Os comentários estão fechados