Quando Fidel Castro levantou um paralítico que era apenas terrorista


Armando Valladares foi polícia da ditadura de Fulgencio Baptista. Depois da revolução cubana, em 1959, protagoniza uma campanha de atentados contra o país. As vítimas foram numerosas e a maior parte era constituída por civis. No dia 4 de Março de 1960, faz explodir o navio belga ‘La Coubre’ e como resultado da acção terrorista morrem 101 pessoas. Nesse mesmo ano, Valladares é preso enquanto preparava um novo atentado. O tribunal condena-o a 30 anos de prisão.

Nos anos 80, com Reagan na presidência dos Estados Unidos, será utilizado para tentar descredibilizar a revolução cubana e inventa um passado de poeta, com o livro Na minha cadeira de rodas. Armando Valladares finge-se paraplégico e lança-se uma campanha mundial pela sua libertação. As autoridades cubanas não cedem.

Para o desmascarar, o governo cubano filma secretamente a cela durante 24 horas por dia e descobre que a paralisia de Valladares é uma fraude. Fidel Castro faz-lhe uma proposta. Será libertado com uma condição: caminhar até ao avião com as suas próprias pernas. Desmorona-se, assim, a imagem de Armando Valladares.

Depois da sua libertação, não há qualquer poesia recente que se lhe reconheça. A última produção literária data de há 20 anos e trata-se de um livro de memórias que foi reeditado pela editora italiana Spirale.

Actualmente, é um gestor de sucesso numa empresa imobiliária com sede em Miami e que tem desenvolvido uma profunda especulação através deste negócio no norte do Estado espanhol. Com a subvenção pública da União Europeia de 60 milhões de euros.

Não pode haver circo sem palhaço. E no dia 20 de Março de 2008, o circo foi a Roma com muitas surpresas. Entre elas, um milagre que devolveu a vida às pernas de um paraplégico. Mas não um paraplégico qualquer. Um paraplégico que assassinou centenas de pessoas em Cuba. Um circo preparado pelo Comité de Defesa da Revolução [cubana] de Roma para Armando Valladares.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

20 respostas a Quando Fidel Castro levantou um paralítico que era apenas terrorista

    • voaralho diz:

      E?! Ao curar um paralítico Fidel Castro já devia ter sido canonizado há muito, se compararmos com o milagre de João Paulo II que apenas teve cura para a maleita de Parkinson numa sua seguidora.

      Estou a imaginar Fidel a dirigir-se a Valladares:

      Bom homem, em verdade te digo, se acreditas em mim levanta-te e caminha!

      Milagre!

  1. Anti-Fidel diz:

    Nunca mais o mundo se vê livre de um ditador miserável chamado Fídel. O paredón já foi, ficou o criador. Falta pouco. Como vai o despedimento em massa de funcionários públicos?

  2. Bruno Carvalho diz:

    E o seu amigo foi desmascarado.

  3. Lamarca diz:

    Parabéns Bruno, melhor resposta a um comentário parvo que alguma vez vi! E a história biográfica é interessante também.

  4. miguel cunha diz:

    Ainda me lembro quando no fim da década de 80 o semanário Expresso deu voz a esta abjecta campanha contra cuba, promovendo este terrorista, em ampla reportagem inserida na sua revista. Ontem Valladares, hoje as damas de branco. Ontem os Balsemãos, hoje os danieis oliveiras. O comentário de Von não pode ser mais elucidativo: não aprender nada, não dar a mínima importância à reposição da verdade, procurar ignorar a memória histórica, não perceber que os ataques de hoje são uma continuidade dos de ontem, apenas refinando os meios e aproveitando, até onde for possível, o recuo (transitório) das forças progressistas.

    • Von diz:

      O meu comentário? Eu nem comentei… Apenas iniciei, para os iluminados que tudo sabem a respeito de cada um, preencherem os espaços. Aqui os comentários são assim: comentam acordo? Óptimo. Ficam. Não comungam, são Cavacos, facistas ou ignorantes. Nada mais linear. E assim, um gajo começa e vocês acabam a ideia. Fácil, não?

  5. A.Silva diz:

    Cuba com amor para sempre!
    Viva Cuba e viva a revolução!

  6. maria monteiro diz:

    E porque andam por aí cada vez mais seguidores Valladescos e de damas de branco vou … partilhar

  7. Von diz:

    Ok, comentário generalista: estive em Cuba, 3 semanas. Numa viagem em busca da cultura cubana. Riquíssima e contagiante. O problema é ter convivido com cubanos. Que para além do estúpido embargo, estúpido por básico e hipócrita, souberem descrever as agruras que o estado impõe. Mas isso estão vocês fartos de saber. Porque vocês não são estúpidos. Apenas fanáticos. Abraço camaradas. Acreditem, abraço sincero.

  8. José diz:

    É curioso que os resultados de uma pesquisa na net sobre Armando Valladares e La Coubre não dizem nada do que é escrito no post.

    • Leo diz:

      Mas até a Wikipédia diz sobre o embusteiro o seguinte:

      Since his release, the Cuban regime has described Valladares as a terrorist and a fraud. Cuban officials allege that Valladares was a former member of the secret police of Cuban dictator Fulgencio Batista, who was toppled by the 1959 Cuban revolution.[4]

      In 2004, Felipe Pérez Roque, Minister of Foreign Affairs of the Republic of Cuba, said: “That is Armando Valladares, a cop from Batista’s dictatorship, detained – that is the press of the time – for placing in public places bombs packed in cigarette boxes; a member of a terrorist cell in which Carlos Alberto Montaner also participated. They were convicted and for that reason Armando Valladares went to prison in Cuba”.[8]

      During his captivity, Valladares claimed to be partially paralyzed (and in need of a wheelchair) as a result of mistreatment in prison.[9] Fidel Castro has claimed in an interview that Valladares agreed to stop pretending to be paralyzed as a condition of his release

  9. rui david diz:

    se isto é verdade – a do acordo para o homem ir pelo seu pé para o avião, foi bem bolada

  10. André diz:

    Brutal, Bruno e ainda dizem mal de Cuba! Conseguem curar paraplégicos (têm é de ser anti-revolucionários)!

  11. Ronan diz:

    O que mais mais me impresiona nesta história é o quanto Fidel e o governo cubano são bonzinhos, como soltaram um individuo que cometeu tantos crimes??? Fidel deve ser um santo mesmo…

Os comentários estão fechados.