Dia de reflexão

Nunca percebi e sempre me irritou. Amanhã continuarei a escrever sobre as presidenciais.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

15 respostas a Dia de reflexão

  1. antónimo diz:

    era bem mais importante a proibição da divulgação de sondagens. obrigava as pessoas a pensar, em vez de engrossarem os rebanhos.

  2. antónimo diz:

    e que dizer de meridiana cientificidade deste método do sol?

    http://margensdeerro.blogspot.com/2011/01/uma-ideia-genial.html

  3. Hugo diz:

    Parabéns pelo blogue!

  4. Carlos Vidal diz:

    É esse o tema do momento, claro, tanto tema de hoje como de amanhã.
    Aplaudo, naturalmente.

  5. VÍTOR DIAS diz:

    Tiago:

    Algum limite teria de haver ou será que és defensor do modelo sul-americano
    do «bate boca» à porta das assembleias de voto ?

    • Renato Teixeira diz:

      E porventura isso não acontece? Estou certo que o Vítor Dias sabe dos caciques à moda da Europa continental. De agenda debaixo do braço e telemóvel em riste. Caciques é urnas são indissociáveis na democracia espectáculo.

    • Tiago Mota Saraiva diz:

      Vítor, há uma diferença entre coação (o bate-boca de que falas) e esclarecimento/discussão política. Por que raio há de haver um dia, o último dia em que se pode esclarecer e discutir antes do voto, em que só se pode falar doutras coisas?

  6. Renato Teixeira diz:

    Tiago, a sério? Voto obrigatório?

  7. Cuidado Tiago que ainda vais preso, a Guarda não tem muito mais o que faxer…
    🙂

Os comentários estão fechados.