A Coelha

A escritura já apareceu.

(via antónimo)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a A Coelha

  1. Que vergonha… e que suprema idiotice.
    ‘Atão o home tem a casa de família em Loulé e vai arranjar ‘uma casa de férias’ a uma dúzia de kms. d’ali ?
    ‘Tá trouxo ou o quê ? ??
    Aldrabice por aldrabice não teria imaginação suficiente para se abafar aí no Minho ou nas Beiras ???

    Verdade que como dixia Frei João de S. José (ou vice-versa) há muito tempo: «esses al(g)arves são um povo diferente, até as uvas deixam secar ao sol…»
    😉

  2. Leo diz:

    A escritura já apareceu e sem surpresa constata-se que foi feita em 1998. Exactamente quando Oliveira Costa iniciou o seu reinado de 10 anos no BNP!

  3. Carlos Carapeto diz:

    Este é mais um caso para as finanças investigarem. Mais uma fuga ao fisco.
    Vinte e sete mil contos uma vivenda daquelas na Avenida principal do Montechoro? Isso é mentira. Pior ainda em 1998 foi no período em que os preços da construção mais subiram, o pico das vendas no Algarve.

    Alguém que averigue isto quanto antes, para desmascarar essa trapalhada.

    Se foi realmente assim; houve aldrabice de certeza.

Os comentários estão fechados.