«Considero importante que crianças, jovens, pais e professores venham para a rua para defender a sua escola. É um sinal de vitalidade da nossa sociedade civil.»

Foi isto que disse Cavaco Silva a propósito das manifestações dos «Jovens SOS». Quando um grupo de pessoas que «lutam pelos subsídios ao ensino privado» faz manifestações em jeito de peregrinação é isto que Cavaco diz, quando há estudantes a manifestarem-se contra as propinas no ensino superior público resolve-se com cargas policiais. E claro, não se ficou pelos estudantes.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

8 respostas a «Considero importante que crianças, jovens, pais e professores venham para a rua para defender a sua escola. É um sinal de vitalidade da nossa sociedade civil.»

  1. Youri, cumprimento-te pelos teus posts e aproveito para dar os meus sinceros parabéns ao Cinco Dias, que está cada vez mais interessante. Graças a ti e não só.

    É uma pena entretanto que seja tão difícil arranjar fotos das cargas policiais contra os estudantes como eu, que se manifestavam contra o aumento das propinas. Havia algumas que a AEIST expôs em cartazes. Não consegues arranjar nenhuma?

  2. Aprofundarei melhor este tema num post, mas quem quer luxos (estudar numa escola privada) que pague e que pague bem

    • Youri Paiva diz:

      Acho que o problema das escolas privadas é maior que esse. A ideia da mesma ser um luxo é questionável, é antes de outra coisa um negócio – e é estranho um negócio receber subsídios do Estado só porque se dedica ao ensino.

      Por outro lado a existência de um ensino privado (e aí não estou só a meter os colégios) é uma forma do Estado se desresponsabilizar do ensino – há cursos (tecnológicos e superiores) que não existem em escolas públicas, há escolas (tecnológicas e afins) que não existem em determinadas zonas do país.

  3. Pingback: Chapéus há muitos | cinco dias

  4. Álvaro diz:

    Ensino privado devidamente benzido com o cruxifixo na parede e porque não com a foto do primeiro magistrado da nação, para que os meninos saibam como é bom haver quem zele por nós . Estamos em 2011 ?

Os comentários estão fechados.