Depois da revolução do Magrebe, falta resolver o problema em Marrocos e no Egipto. Pela derrota das marionetas “ibero-americanas” e pela vitória árabe no Médio Oriente!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a Depois da revolução do Magrebe, falta resolver o problema em Marrocos e no Egipto. Pela derrota das marionetas “ibero-americanas” e pela vitória árabe no Médio Oriente!

  1. José diz:

    Hmmm… então e a Líbia, Argélia, Jordânia, Sudão, Síria, Irão, Arábia Saudita, EAU, Qatar, Koweit, Iémen, Omã…

  2. O exemplo tunisino é a demonstração de que existem tendências progressistas fortes no mundo árabe que dispensam a imposição dos modelos e das vontades ocidentais

  3. Niet diz:

    Oh, Renato Teixeira, a última do Khadafi é que pensa ” invadir ” a Tunísia para
    voltar a colocar no poder o désposta Ben Ali, que fugiu com lingotes de ouro para a Arábia
    Saudita… Niet

Os comentários estão fechados.