PS+PSD=BPN

As voltas e baldrocas do caso BPN deixam claro, como tem sido evidente em tudo o que é escrito sobre o assunto, o cariz plutocrático do PSD. É algo, de resto, que deve encher de orgulho o PSD e tenho muitas dúvidas que cause grandes engulhos ao seu eleitorado. Visto sobre o ponto de vista das hostes liberais fundamentalistas até deve haver quem olhe o caso como um meio para fazer publicidade gratuita, no sentido em que avisa outros barões do sistema bancário que o PSD é um partido em quem podem confiar para fazer as suas negociatas e para nos manter agarrados ao garrote da crise, uma vez que boa parte da sua engenharia financeira é feita com o dinheiro de todos.

Se isto ficou assente é bom que não haja carrascos cuja culpa morre solteira. A par do PSD, o PS tornou público, há menos de um mês, que iria injectar mais 500 milhões de euros no banco que já deve ter mais falências acumuladas do que a Argentina, o Boavista e a Irlanda juntos. Se a campanha do PS e do BE se arma em virgem da imaculada conceição, a notícia de que o presidente da Galilei, antiga SLN e proprietária do BPN, Fernando Lima, faz parte da comissão de honra de Manuel Alegre, deixa tudo claro em matéria de responsabilidade e independência face à partilha de interesses das duas candidaturas por parte do grande capital. Quanto mais esta troca de mimos durar, mais podres saberemos sobre as duas comadres do regime.

Além disso, o pacto de regime é conhecido e PS e PSD nunca irão além do soundbyte no que toca a tornar crime aquilo que todos sabem que é crime. Um dia, talvez um dia, venha a público o conteúdo da reunião convocada pela anterior Procuradoria Geral da República, com altos representantes do PS, PSD e CDS, que as más línguas e algumas fugas de informação garantem ter sido o palco de troca de alguns machados de guerra: Portucale, Casa Pia, BPN.

Louçã, talvez esquecido que anda a apoiar o mesmo candidato que o governo Sócrates, deixou, na intervenção que se segue, todos os pontos nos is.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a PS+PSD=BPN

  1. Koshba 666 diz:

    Anoto a ausência de comentários dos chamados apoliticos,neutros,democratas,ie, aqueles q acham q o cavaco foi necessário para o ganda pügesso do país com os TT,moto4,e montes e casas de fim de semana ,para a clientela, e para aumentar a nossa dependência a nível alimentar na ordem dos 80%,p.ex.

  2. “em terra de cegos, quem tem um olho é rei. Votai Ciclope!”

Os comentários estão fechados.